Ação na comunidade do Jacarezinho termina com 12 pessoas presas

Um homem morreu e outro foi baleado na operação

Por O Dia

Rio - Doze pessoas foram presas, no último domingo, após uma ação envolvendo policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) e agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), na comunidade do Jacarezinho. Além disso, um homem morreu e outro foi baleado.

De acordo com o delegado Marcus Amin, da DHNSGI, os agentes voltavam para a Cidade da Polícia, quando surpreenderam um grupo de criminosos no caminho. Houve troca de tiros.

Durante a ação, os policiais entraram em um local onde ocorria uma festa, isolando o imóvel e verificando se havia antecedentes criminais contra os partipantes. Dois proprietários e sete produtores do evento foram autuados em flagrante pelos crimes de corrupção de menores e de fornecer bebida alcoólica a menores.

O cerco ao imóvel, onde estavam cerca de 200 jovens, causou tumulto já que os familiares de quem estava na festa reclamaram que não conseguiram entrar no local para resgatá-los. Alguns jovens chegaram a ser levados para a Cidade da Polícia, o que causou protesto. 

Segundo o delegado, a demora na liberação dos participantes da festa foi devido ao fato que os agentes aguardavam a chegada do ônibus para a retirada das pessoas sem risco.

Os policiais também cumpriram três mandados de prisão, um por tráfico de drogas, outro por roubo e o terceiro por estelionato. 

Últimas de Rio De Janeiro