Funcionários de limpeza da Uerj decidem entrar em greve

Segundo a Associação de Docentes da Uerj (Asduerj), os trabalhadores ainda não receberam os salários do mês de agosto e foram informados hoje pela manhã que não há previsão para o pagamento

Por O Dia

Rio - Os trabalhadores da área de limpeza da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram, durante uma assembleia na tarde desta segunda-feira, entrar em greve. Segundo a Associação de Docentes da UERJ (Asduerj), os trabalhadores ainda não receberam os salários do mês de agosto e foram informados hoje pela manhã que não há previsão para o pagamento.

Trabalhadores da área da limpeza entrarão em greveDivulgação

Uma comissão de trabalhadores e um representante do Sindicato do Asseio foram recebidos pela reitoria. Segundo esse representante, o reitor responsabilizou o governo por não pagar as empresas terceirizadas.

De acordo com a empresa prestadora do serviço de limpeza, APPA, informou que nenhuma fatura foi paga em 2017 e que desde a efetivação do contrato, em agosto de 2016, eles só receberam uma única vez . "Mantivemos até agora os salários dos nossos trabalhadores em dia, mas não podemos continuar assim", afirmou em nota.

Os trabalhadores da limpeza voltam se reunir em assembleia na quinta-feira, às 9h, no Campus Maracanã.

Ainda de acordo com a Asduerj, os terceirizados da segurança também estão com os salários atrasados. 


Últimas de Rio De Janeiro