Justiça decreta prisão temporária de suspeito de matar ex-namorada no Recreio

Advogado Sergio Henrique se apresentou na delegacia neste domingo. Vítima foi morta após uma discussão com ele em um bar no sábado

Por O Dia

Rio - O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decretou, no fim da tarde deste domingo, a prisão temporária do suspeito de matar a ex-namorada, no Recreio, na Zona Oeste do Rio. A decisão do plantão judiciário ocorreu após o advogado Sergio Henrique Villela Fialho, de 45 anos, se apresentar na 42ª DP (Recreio) e depois ser levado para a Delegacia de Homicídios da Capital (DH) nesta manhã.

Sergio Henrique Villela Fialho%2C 45 anos%2C é suspeito de matar a ex-namoradaReprodução Facebook

Ginderly André dos Santos, de 37 anos, foi morta em um bar, no Recreio, na madrugada deste sábado. No mesmo dia do crime, agentes da DH foram até a casa do suspeito e apreenderam uma arma. 

Segundo testemunhas, que já prestaram depoimento, a vítima chegou ao local antes do ex-namorado. Em seguida, o advogado apareceu com uma nova namorada. Ginderly teria ido tirar satisfação com o homem e os dois discutiram, chamando a atenção de outros clientes. Em meio ao bate-boca, Sergio saiu do bar para buscar uma arma. Ele retornou e logo atirou na vítima.

Nas redes sociais, amigos e parentes de Ginderly lamentaram a morte da mulher. "Sempre foi muito humilde e simpática. Que Deus te coloque em bom lugar", escreveu um deles. "Quando ouvir o seu nome, a lembrança será de uma pessoa do bem e alegre", afirmou outro. "Que a Justiça dos homens te vingue, a covardia que fizeram com você não ficará impune", reforçou mais um internauta.

Colaborou Gabriela Mattos

Últimas de Rio De Janeiro