Pistola com kit de rajada é achada em cela em Bangu

Seap identificou sete internos suspeitos

Por O Dia

Rio - Uma pistola com kit rajadafoi apreendida ontem, em uma cela, dentro da Penitenciária Jonas Lopes de Carvalho, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que “uma sindicância interna foi aberta para apurar a entrada do material ilícito”.

Sete internos foram apontados por ocultar a arma e foram encaminhados para a delegacia de Bangu, onde foi feito um registro de ocorrência. Conforme O DIA noticiou em maio, a entrada ilegal de comidas proibidas como empadas e fastfoods, celulares e armas nos presídios aumentou na gestão do atual titular da Seap, Erir Costa Filho, que teve início em 2015.

Depoimentos realizados em juízo mostram que a principal causa é o desmantelamento
do Grupamento de Portaria Unificada (GPU). Criado por decreto em 2003, o GPU era composto por agentes treinados especialmente para revistas nas entradas das unidades prisionais e não tinha subordinação aos diretores.

Além disso, o GPU era responsável por revistar embalagens dos correios e caminhões. “Agora, a revista fica por conta de outros agentes que não são treinados e, muitas vezes, corruptos”, revelou um funcionário do GPU, que preferiu não ter a identidade revelada. O Ministério Público investiga a fiscalização mais fraca em Gericinó desde o ano passado.

Últimas de Rio De Janeiro