Greve na Uerj tem adesão parcial

Alunos dos cursos de Direito, Comunicação e da Biologia tiveram aulas. Já os alunos da Nutrição e da Biomedicina não encontraram professores

Por O Dia

Rio - Os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) — que estão entre os mais de 74 mil servidores que ainda não receberam salário de agosto — retomaram a greve nesta terça-feira, mas nem todos os cursos aderiram ao movimento. Os estudantes dos cursos de de Direito, Comunicação e da Biologia tiveram aula. Já os alunos da Nutrição e da Biomedicina não encontraram professores. A Reitoria da universidade e o Associação dos Docentes da UERJ (Asduerj) ainda não sabem precisar a adesão à greve, e consideram a paralisação parcial.   

Uerj tem adesão parcial a greveReprodução/ Foto de arquivo

Os professores decretaram greve por alegarem que não há previsão de pagamento do salário de agosto. A paralisação foi aprovada em assembleia por 66 a 42 votos. Na sessão, foram registradas três abstenções. Com a decisão, os professores se juntam aos técnico-administrativos da instituição e aos trabalhadores da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), que já estão em greve. 

De acordo com a Asduerj, o primeiro dia de greve será marcado pela participação dos professores em ato contra a privatização da universidade. A próxima assembleia está marcada para quarta-feira, às 14h.