Guarda municipal morta em Guadalupe será enterrada nesta quinta-feira

Andreia Fernandes foi morta em tentativa de assalto, na terça-feira, perto da Avenida Brasil

Por O Dia

A guarda municipal Andreia Fernandes foi morta em tentativa de assalto em GuadalupeReprodução Facebook

Rio - O corpo da guarda municipal Andreia Fernandes, 42 anos, será enterrado no Cemitério de Ricardo de Albuquerque, às 16h desta quinta-feira. Ela foi morta a tiros em uma tentativa de assalto, na Rua Francisco Portela, perto da Avenida Brasil, em Guadalupe, Zona Norte do Rio, na noite de terça-feira.

O veículo em que Andreia estava bateu em um caminhão parado na via. As circunstâncias do crime ainda são desconhecidas. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios (DH-Capital).

Amigos de Andreia usaram as redes sociais para lamentar a sua morte. "Hoje o dia amanheceu cinzento e triste. Até quando essa violência irá atingir pessoas de bem?", disse um deles. A vítima era casada e tinha duas filhas, de seis e 15 anos.

Em nota, a Guarda Municipal do Rio lamentou a morte da agente, que trabalhava como guarda de trânsito. "O comando da instituição presta, neste momento, auxílio à família e irá acompanhar as investigações da Polícia sobre esse crime brutal", disse a instituição.

O secretário de Ordem Pública, Paulo Amendola, também enviou nota de pesar.  "Lamentamos profundamente a morte da Guarda Municipal, Andrea Fernandes, na noite desta terça-feira. A servidora foi assassinada de maneira covarde por criminosos, durante tentativa de assalto em via de Guadalupe, que dá acesso à Av. Brasil. Em nome da Secretaria Municipal de Ordem Pública, transmito nossos sentimentos a todos os familiares desta dedicada agente pública municipal".

Últimas de Rio De Janeiro