Vídeos flagram traficantes armados no alto do Morro dos Macacos

Dez bandidos foram presos com ajuda de gravações feitas pela polícia

Por O Dia

Rio - Vídeos gravados pela Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na Zona Norte, flagram a movimentação de traficantes da quadrilha que atua na comunidade. Os registros fazem parte da investigação que levou à megaoperação desta sexta-feira, que resultou na prisão de dez criminosos e apreensão de um menor nesta sexta-feira. 

O objetivo inicial da investigação era monitorar o tráfico local e prender criminosos. Entretanto, a movimentação dos traficantes de deixar a comunidade e seguir para o Morro do São Carlos, no Estácio, chamou a atenção da polícia, que acabou por descobrir o envolvimento dos criminosos do Morro dos Macacos na invasão à Rocinha, em 17 de setembro. 

"Ainda não existiam os problemas na Rocinha. Mas, depois do ocorrido, a investigação continuou. Os traficantes que participaram da ação, mas não conseguiram invadir a Rocinha, foram para o São Carlos e depois voltaram para o Macacos, que hoje é a segunda favela mais importante da ADA (facção de Nem da Rocinha)", explicou o delegado Marcus Vinicius, da 20ª DP (Vila Isabel).

Seis dos dez traficantes presos no Morro dos Macaco participaram da invasão da Rocinha no mês passado. A operação que reuniu Militares das Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Civil, foi montada para cumprir 31 mandados de prisão. 

Leandro Nunes Botelho, o Scooby, apontado como chefe do tráfico no Morro dos Macacos, continua foragido. Segundo  as investigações, Scooby tem ligação direta na disputa entre os traficantes da Rocinha, que chegou a ser cercada por quase mil militares das Forças Armadas por uma semana, após os confrontos entre quadrilhas rivais.

"Já sabemos que o Scooby está no Morro do São Carlos. A operação foi para prender os bandidos que atuam no Morro dos Macacos. A prisão do Scooby é questão de tempo", afirmou o delegado.

Últimas de Rio De Janeiro