Dinheiro em dobro para as creches

Investimento sobe para R$ 600 mensais para cada uma das 16 mil crianças de instituições municipais

Por O Dia

Rio - O prefeito Marcelo Crivella assinou, ontem, convênio que aumenta de R$ 300 para R$ 600 o valor mensal pago por criança nas creches que recebem verbas do município. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 16 mil crianças de 158 creches conveniadas serão beneficiadas.

Ao todo, a prefeitura pagará R$ 9,6 milhões ao mês, incluindo os retroativos desde agosto. Até o final do ano, R$ 58 milhões mais os R$ 24 milhões extras do decreto serão investidos nas instituições filantrópicas. Além dessas instituições conveniadas, o município possui 528 creches próprias.

Marcelo Crivella%2C Padre Enrico%2C Cesar Benjamin e funcionária de creche em Copa observam crianças se alimentando no Morro dos CabritosDivulgação

Na cerimônia de assinatura do aporte, realizada no Centro Educacional Cantinho da Natureza, no Morro dos Cabritos, em Copacabana, Crivella lembrou que o município pagava um valor menor a essas instituições do que São Paulo e Belo Horizonte. A medida foi promessa de campanha. Na época em que anunciou o corte de verbas para as escolas de samba, Crivella justificou a medida como um esforço para aumentar os recursos para as creches.

"Estávamos com uma dívida com as crianças. Várias delas estão na miséria e temos o direito de cuidar delas. É isso que estamos fazendo hoje: cuidando dessas crianças", acrescentou o prefeito. De acordo com Marcelo Crivella, o valor será disponibilizado ainda esta semana para as creches utilizarem.

A Creche Educacional Cantinho da Natureza%2C no Morro dos Cabritos%2C em Copacabana é uma das beneficiadaMaíra Coelho / Agência O Dia

No evento, o secretário municipal de Educação, Cesar Benjamin, elogiou o convênio e afirmou que assim a prefeitura pode dar mais segurança e conforto aos pequenos. "Isso é investir e acreditar nas pessoas. As crianças movem a gente. Este é o presente que estamos dando a 16 mil delas", destacou Benjamin. "Estas são creches filantrópicas, quase todas elas colocadas dentro de comunidades. A maioria delas é vinculada à Igreja Católica, mas há outras ligadas a associações de moradores e outras instituições", disse.

Responsável pela unidade educacional, o padre Enrico Arrigoni, da Paróquia Santa Cruz de Copacabana, reforçou: "O prefeito está interessado no futuro dessas crianças e isso, pra mim, é um fato impagável". As creches filantrópicas do município oferecem educação de graça para mais de 16 mil crianças de idades que variam entre 6 meses a 3 anos e 11 meses.

Espaço para outros 100

Localizadas geralmente em áreas carentes, as instituições auxiliam pais e mães que precisam de lugar para deixar os filhos a fim de trabalhar. O Centro Educacional Cantinho da Natureza, fundado em 1971, atende a 150 crianças por dia no Morro dos Cabritos e, com o aumento da verba, abrirá 100 vagas.

"Estou aqui há quase 30 anos. Já tive que tirar do meu bolso para não fechar a creche. Agora poderemos ajudar mais crianças que precisam", afirma o padre Enrico. Cerca de 74 funcionários trabalham na creche. As crianças ficam na unidade das 7h30 até as 16h30 e recebem quatro refeições.

Últimas de Rio De Janeiro