MPRJ pede prisão de suspeitos de integrar milícia por homicídios na Baixada

Crime teria acontecido em março deste ano. Grupo é suspeito de matar duas pessoas e ferir uma terceira

Por O Dia

Rio - O Ministério Público do Rio (MPRJ) denunciou na última sexta-feira, quatro suspeitos de integrar milícia pelo assassinato de dois homens, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. A denúncia por homicídio e tentativa de homicídio foi ajuizada junto à 4ª Vara Criminal de Duque de Caxias, por meio da 7ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal da 3ª Central de Inquéritos.

Segundo a denúncia, Guilherme de Souza Barbosa, Jonatan Pinto Apolinário (vulgo “Cocão”), Gleyson Lucas da Cunha Ferreira e Mauricio Freitas dos Santos Junior mataram a tiros Victo Soares da Silva e Douglas Silva de Mesquita, além de ferir Luiz Claudio dos Santos Araújo, em março deste ano.

As vítimas estavam lanchando, por volta das 2h, quando os suspeitos se aproximaram em um carro e atiraram contra elas. Victo e Douglas seriam usuários de drogas e estariam envolvidos com traficantes da região. Luiz Claudio foi baleado, mas socorrido ainda com vida por familiares.

De acordo com o documento encaminhado à Justiça, os denunciados são integrantes de uma milícia que atua no município e, para manter o controle do local, matam quem não se submete às suas ordens. Os crimes seriam cometidos para demonstrar força e poder na região.

As investigações foram realizadas pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Últimas de Rio De Janeiro