Rocinha registra novo tiroteio na manhã deste sábado

Devido a insegurança, agência da Caixa,que fica na comunidade, teve atendimento suspenso nesta sexta-feira

Por O Dia

Rio - Um novo tiroteio assustou moradores da Rocinha na manhã deste sábado. De acordo com a Polícia Militar, por volta das 9h policiais que estavam na localidade conhecida como Beco 199, foram atacados por criminosos. 

Segundo a PM, não há registro de feridos e presos na ocorrência. Devido a insegurança, a agência da Caixa, que fica na comunidade, anunciou nesta sexta-feira, que o atendimento no local está suspenso. O anúncio do fechamento foi afixado na porta do local.

Através do Facebook, moradores se mostraram insatisfeitos com a falta do serviço.  "A que ponto a Rocinha chegou. Muito triste", lamentou uma usuária. 

Guerra pelo poder

Desde 17 de setembro, quando teve início uma briga entre rivais de uma mesma facção pelo comando da favela, moradores da Rocinha vivem em estado de alerta. O conflito armado teria começado por ordem do antigo chefe do tráfico no local, Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem Preso desde 2011, ele teria dado ordens de dentro da cadeia em Porto Velho, Rondônia, para que aliados retomassem o controle do tráfico na região, até então dominado por Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, que está foragido.

As Forças Armadas reforçaram a segurança do dia 22 de setembro ao dia 29. Na última semana o efetivo das Forças retomou o apoio, dessa vez pontual, a operações da PM na comunidade.

Últimas de Rio De Janeiro