PF desarticula quadrilha que compartilhava imagens de sexo envolvendo menores

'Operação Trojan' cumpre três mandados de busca e apreensão em bairros da Zona Oeste do Rio e em São João de Meriti, na Baixada

Por O Dia

Rio - A Polícia Federal (PF) realizou uma operação, na manhã desta quarta-feira, para desarticular uma quadrilha que armazenava e distribuía imagens de abuso sexual com crianças e adolescentes. A "Operação Trojan" cumpre três mandados de busca e apreensão em bairros da Zona Oeste do Rio e em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

De acordo com a PF, a operação é coordenada com a Força-Tarefa Internacional de Combate a Crimes Contra Crianças, do FBI, a Polícia Federal dos EUA. Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Santa Cruz e Pedra de Guaratiba, Zona Oeste, e no município de São João de Meriti, na Baixada.

Material apreendido pela Polícia Federal. Ação visa desarticular quadrilha que armazenava e distribuía material com cenas de abuso sexual contra menoresDivulgação

Todo o material apreendido nos endereços serão encaminhados à perícia para a identificação dos envolvidos na troca de fotografias e vídeos, assim como das vítimas dos abusos.

Segundo a Polícia Federal, as investigações da Delegacia de Defesa Institucional da PF no Rio de Janeiro (DELINST) começaram em abril de 2017 e apontaram que os investigados compartilhavam o material em redes de troca de arquivo conhecidas como “peer-to- peer”, forma de rede que permite compartilhamentos de dados sem a necessidade de um servidor central.


Últimas de Rio De Janeiro