Polícia procura idoso desaparecido no Recreio

Valter de Abreu, 71 anos, tem Alzheimer e diabetes. Ele foi visto pela última vez na quarta-feira da semana passada

Por O Dia

Valter de Abreu%2C de 71 anos%2C está desaparecido. Ele foi visto pela última vez no RecreioDivulgação

Rio - A Delegacia de Descobertas de Paradeiros (DDPA) busca informações sobre o desaparecimento de Valter Abreu, de 71 anos. O idoso foi visto pela última vez na quarta-feira da semana passada, no Recreio, Zona Oeste do Rio, onde morava com uma das filhas. A dentista Raquel Camargo, 38 anos, contou que ele não saía de casa sozinho por ter Alzheimer.

"Na ocasião, ele estava com uma acompanhante em casa, porque eu estava trabalhando. Ele conseguiu escapar na hora em que ela estava no banheiro", contou Raquel, lembrando ainda que o pai saiu de bermuda azul, camisa verde e tênis.

A dentista disse que essa não foi a primeira vez que ele fugiu de casa. Há duas semanas, Valter ficou desaparecido por 24 horas e depois foi encontrado na Ilha do Governador, onde morou e trabalhou. Assim como a filha, ele também é dentista. "Meu pai parou de trabalhar há um ano, quando recebeu o diagnóstico do Alzheimer", ressaltou.

Além dessa doença, o idoso também é diabético. "Estamos desesperados porque ele deve estar em uma situação horrível. Não pode ficar sem os remédios", destacou Raquel. Ela reforçou que já registrou a ocorrência na DDPA e divulgou o caso nas redes sociais. "Algumas pessoas me disseram que o viram andando em Guadalupe e Copacabana, mas até agora nada. Vamos trazer esse flamenguista tão amado para ver o próximo jogo do seu time em casa, com a família, seguro e feliz", pediu a filha.

Últimas de Rio De Janeiro