Crivella celebra parceria que gerou novos empregos para a terceira idade

Encontro celebra a parceria da Prefeitura com a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj)

Por O Dia

Rio - O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, recebeu nesta terça-feira, um grupo representante dos 300 funcionários acima de 60 anos contratados por redes do comércio varejista. O encontro celebra a parceria da Prefeitura com a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), em um projeto que busca ampliar a oferta de emprego para pessoas da terceira idade. 

Crivella com um grupo de idosos contratados pelos supermercados do Rio Edivaldo Reis/Prefeitura do Rio

"Esses idosos estão nos dando uma lição extraordinária, que é voltar à atividade nessa idade. Eu tenho certeza que eles vão inspirar muita gente que frequenta os supermercados, ao vê-los na labuta do dia a dia, com competência e dedicação. O Rio precisa desses exemplos", afirmou Crivella, em cerimônia no Palácio da Cidade, em Botafogo.

O presidente da Asserj, Fábio Queiroz, contou que a ideia surgiu após um telefonema do prefeito, que pediu o apoio dos supermercados para inserir aposentados no mercado de trabalho. Ele falou que uma pessoa idosa é muito mais eficaz em funções que necessitem abordar o cliente.

"No SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor), por exemplo, existe alguém mais atencioso que o idoso? Existe pessoa com mais paciência para ouvir um problema e com mais experiência para solucioná-lo?  Veja, ele já passou por todas as etapas da vida, sabe exatamente o que aquele cliente está sentindo naquele momento e tem a paciência para ouví-lo", explicou Fábio. 

O aposentado Valter Pinto, de 69 anos, é um dos beneficiados pela parceria entre a Prefeitura do Rio e a Asserj. Após ficar  um ano e seis meses desempregado, ele comemorou bastante quando foi contratado pela loja do supermercado Zona Sul, na Gávea. "Com o meu salário consigo pagar algumas contas e até ajudar na mensalidade do colégio dos meus netos. Agora, vou procurar a Prefeitura de Mesquita, onde moro, para acertar o pagamento do IPTU, que está atrasado", contou.


Últimas de Rio De Janeiro