Morre PM baleado em tentativa de assalto em Guadalupe

Alan Martins é o 110º policial militar assassinado no estado em 2017

Por O Dia

PM Alan de Souza Costa Martins foi morto em tentativa de assaltoReprodução Facebook

Rio - Um policial militar morreu após ser baleado em uma tentativa de assalto, na Estrada do Camboatá, em Guadalupe, Zona Norte do Rio, na noite desta terça-feira. O cabo Alan de Souza Costa Martins chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Municipal Albert Schweitzer. No entanto, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o militar já chegou morto na unidade. Ele é o 110º PM assassinado no estado em 2017.

A vítima, que estava de folga, foi abordada por dois suspeitos em frente ao Shopping Guadalupe. O policial reagiu ao assalto e foi atingido no olho e no pescoço. Alan foi encaminhado à Unidade de Pronto Antendimento (UPA) de Ricardo de Albuquerque, também na Zona Norte, e depois levado ao hospital, em Realengo, na Zona Oeste.

Lotado no 41º BPM (Irajá), Alan era casado e estava na PM há seis anos. Ele deixou uma mulher e quatro filhos. O policial será enterrado nesta quinta-feira, às 13h30, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

As investigações estão em andamento na Delegacia de Homicídios da Capital (DH). Segundo a Polícia Civil, uma perícia foi realizada no local e os agentes procuram testemunhas e imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os suspeitos.

Operação no Juramento

Na manhã desta quarta-feira, policiais do 41º BPM realizam uma operação no Morro do Juramento para tentar encontrar e prender os envolvidos na morte de Alan. Os moradores relatam intensos tiroteios na comunidade desde o início do dia. Até o momento, não há registros de feridos e presos no local.


Últimas de Rio De Janeiro