Polícia indicia Rogério 157 por roubo

Assalto a mercado terminou com menina baleado. Segundo delegado, esta é a primeira anotação do traficante pelo crime

Por O Dia

Rio - O delegado Antônio Ricardo Nunes, da 11º DP (Rocinha), indiciou por roubo, na tarde desta quinta-feira, o traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, no assalto à merceria que terminou com a menina Ana Clara Barbosa da Silva, 12 anos, baleada. Ela voltava de uma igreja evangélica na comunidade quando foi atingida por um disparo no abdômen. De acordo com Nunes, Rogério 157 será responsabilizado por qualquer crime dessa natureza na comunidade.

Até hoje, segundo o delegado, o criminoso não possuía nenhuma anotação no artigo 157 (roubo). "Isso passará a configurar a partir de agora por conta dessa investigação. Ele será indiciado por roubo qualificado por emprego de arma de fogo e concurso de agente. Agora ele fará jus ao seu apelido, será Rogério 157 na folha de antecedentes criminais", disse Nunes.

Nesta quinta-feira, o DIA Online revelou com exclusividade que a 11ª DP (Rocinha) investiga se o traficante teria ordenado assaltos a mercados na Rocinha. Segundo o delegado, o número de registros de roubos aumentou nos últimos dias. O mesmo mercado foi assaltado na terça-feira e a ação foi flagrada por câmeras de segurança. "Vamos ao mercado para tentar obter imagens, identificar os bandidos e pedir as prisões o quanto antes", destacou Nunes.

A polícia também vai ouvir parentes da adolescente baleada, que está internada no Hospital Municipal Miguel Couto. "Se as investigações apontarem que há participação de Rogério 157 nesses crimes, ele também será indiciado", afirmou.

Ana Clara foi baleada na mesma semana em que a turista espanhola Maria Esperanza Jimenez Ruiz, 67 anos, foi morta na Rocinha. Na ocasião, ela fazia um passeio na comunidade em um carro com o seu irmão, a cunhada, um turista italiano e uma guia.

Últimas de Rio De Janeiro