Crivella e Doria assinam acordo para ações conjuntas na área da saúde

De acordo com prefeitura, parceria tem como objetivo baixar os custos e economizar recursos dos cofres públicos

Por O Dia

Rio - Os prefeitos do Rio, Marcelo Crivella (PRB), e de São Paulo, João Doria (PSDB), assinaram nesta terça-feira, um acordo de cooperação para a realização de ações conjuntas na área da saúde. De acordo com a prefeitura do município, as secretarias municipais de Saúde das duas cidades poderão fazer o lançamento de licitações conjuntas para a compra de medicamentos e outros insumos, medida que tem como objetivo baixar os custos e economizar recursos dos cofres públicos. 

Segundo Crivella, o acordo prevê também que a SMS replique no Rio o Programa Corujão da Saúde, que é a realização de exames e cirurgias no turno da noite.  "Eu e o Doria entendemos que, desde que o mundo se organizou como capitalismo, a única maneira de baixar preços é com escala. Vamos comprar remédios juntos, e a quantidade será muito maior. Claro que o preço e as condições de negociação serão muito melhores",  afirmou Crivella na cerimônia realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo.

Marcelo Crivella e João Doria assinaram nesta terça-feira, um acordo de cooperação para a realização de ações conjuntas na área da saúdeDivulgação

O projeto entre as duas cidades terá início com a criação de cinco grupos de trabalho que terão 180 dias para apresentar um plano de trabalho e o cronograma de metas para as ações. De acordo com o prefeito, a expectativa é que, já nas próximas licitações para a aquisição de medicamentos, haja uma economia de 20% com a compra conjunta de insumos. 

Outra iniciativa do programas será a troca de experiência e de projetos de tecnologia.  como o aplicativo “Aqui tem Remédio” que, desenvolvido pela SMS da capital paulista, indica por território a unidade de saúde que tem um remédio específico em estoque. O programa é semelhante ao “Onde ser atendido”, plataforma usada pela SMS do Rio para identificar a unidade de Atenção Primária de referência para o endereço do carioca. 

Parceria entre prefeituras teve início com aplicativo Taxi.Rio

A parceria entre as duas prefeituras teve início neste mês, com a assinatura do termo de cooperação que prevê a transferência para São Paulo da tecnologia do aplicativo Taxi.Rio. Desenvolvida pela Empresa Municipal de Informática (IplanRio), a plataforma é uma ferramenta de comunicação instantânea que promove a integração entre taxistas, cidadãos e a Prefeitura. Doria disse que tudo foi resolvido rapidamente com Crivella.

"Liguei para o prefeito (Crivella) e falei para tentarmos fazer isso em São Paulo, e não levou mais do que dois segundos para ele responder 'feito'. O aplicativo começa a funcionar no próximo dia 1º de dezembro em São Paulo. Competitividade, isonomia, igualdade, facilidade. E quem ganha com isso é a população", disse Doria.

"Então, foi importante que eu e o Doria nos uníssemos para não deixar que os táxis fossem asfixiados. Estamos defendendo a economia popular. Nada contra os aplicativos. Nós não queremos é que acabem os táxis, que são regulamentados pela prefeitura e são um patrimônio imaterial da cidade", concluiu Crivella.

 

Últimas de Rio De Janeiro