Preso suspeito de assalto a carro-forte no Terminal rodoviário de Niterói

Bandidos roubaram malote com cerca de R$ 300 mil de carro-forte

Por O Dia

Rio - Agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) prenderam, na madrugada desta terça-feira, um homem suspeito de participar do ousado assalto a um carro-forte no Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói, no último sábado. Na ação, um vigilante e um criminoso morreram. Outro segurança da transportadora de valores foi baleado e socorrido.

A prisão foi feita com base em um mandado expedido pela Justiça. As investigações continuam para identificar outros possíveis envolvidos no assalto. Segundo a polícia, foi roubado um malote com quase R$ 300 mil. O valor seria para abastecer caixas eletrônicos do terminal rodoviário. 

Carro-forte que foi alvo dos bandidos no Terminal de Niterói Bernardo Costa / Agência O Dia

Os bandidos estavam fortemente armados e os seguranças reagiram, iniciando um intenso tiroteio que assustou quem passava pelo terminal. O vigilante Francismar Marques Bezerra, de 37 anos, morreu no local e Carlos Roberto de Oliveira, de 25, foi socorrido e levado para o Complexo Hospitalar de Niterói. 

Os bandidos fugiram pela Avenida Feliciano Sodré e bateram em um ônibus em frente à Rodoviária de Niterói. Apesar da colisão, eles conseguiram escapar. Em nota, a PM informou que policiais do 12º BPM (Niterói) fazem buscas pelos criminosos. Eles teriam fugido em direção à Alameda São Boaventura. O veículo usado pela quadrilha, um Mitsubishi Outlander, foi abandonado na Covanca, em São Gonçalo. Um suspeito foi preso.

"A ousadia dos bandidos é muito grande. O Terminal Rodoviário é um local de grande movimentação de pessoas. Poderia ter acontecido uma tragédia ainda maior", destacou Leandro Santiago, presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Niterói.

Últimas de Rio De Janeiro