Confronto entre policiais do Choque e traficantes deixa dois feridos na Rocinha

Troca de tiros aconteceu na localidade conhecida como Vila Verde. Base principal da UPP Rocinha foi atacada após os criminosos serem baleados

Por O Dia

Rio - Um confronto entre policiais do Batalhão de Choque (BPChq) e traficantes deixou dois criminosos baleados na Rocinha, na manhã deste sábado, de acordo com a PM. Os militares realizavam uma operação quando foram atacados pelos bandidos. Após os comparsas ficarem feridos, bandidos atacaram a base principal da UPP da favela.

Ainda segundo a corporação, os dois criminosos foram socorridos para o Hospital Miguel Couto, na Gávea. Não há informações sobre o estado de saúde deles. Com eles os policiais encontraram duas pistolas e seis carregadores.

Cerca de uma hora depois do confronto, por volta das 11h30, a base principal da UPP Rocinha, localizada no Portão Vermelho, foi atacada por criminosos que atiraram contra a base. A sala do comandante e a cozinha da unidade foram atingidas, mas ninguém ficou ferido. O BPChq permanece na Rocinha em apoio à UPP.

Armas e munições apreendidas com criminosos baleados na RocinhaDivulgação

PM baleado no Morro dos Macacos

?Ainda nesta manhã, policiais dos batalhões de Operações Especiais (Bope) de Choque (BPChq) realizaram uma ação no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio. Um PM foi ferido de raspão na testa em confronto com traficantes.

Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Macacos, o policial militar foi socorrido para o Hospital Federal do Andaraí, onde foi medicado e liberado.

O Bope e o Choque foram acionados para reforçar o policiamento, mas já deixaram a região sem ninguém ser preso ou fazer qualquer apreensão. Moradores da região de Vila Isabel relaram o intenso tiroteio que começou no início desta manhã. Não há informações de feridos.

A PM também está desde cedo no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, que tem sido palco de uma guerra de facções que tem tirado a paz dos moradores. Policiais do 41º BPM (Irajá) ocuparam a comunidade e houve tiroteio no início da manhã. Não há informações sobre prisões, apreensões ou feridos.

Últimas de Rio De Janeiro