Fernando Mansur: Camadas da vida

Como estamos mais voltados para as preocupações externas do que para o conhecimento interno, o mundo vai nos parecer sempre uma peça de mau gosto

Por O Dia

Rio - A vida tem muitas camadas. Vamos ficar sempre perplexos se enxergarmos o mundo apenas a partir da camada mais externa e superficial. Um processo ininterrupto de acontecimentos passa como um filme na tela da vida diária. Há fatos muito duros e feios, e outros extremamente sutis e belos. Como estamos mais voltados para as preocupações externas do que para o conhecimento interno, o mundo vai nos parecer sempre uma peça de mau gosto.

Essa concepção acaba nos influenciando, a ponto de perdermos a esperança num mundo melhor. Mas o mundo somos nós e nossas escolhas. Esse bombardeio de notícias vai continuar, pois o tempo é de conflitos. Não vamos conseguir mudar o externo. A única paz possível é a paz interior. O que fazer então? Podemos selecionar nossas escolhas, mudar nossa sintonia. Você é inteligente demais para continuar desperdiçando energias. Se quiser realmente ser útil, mude um pouco.

Pare de criticar, de reclamar, e faça algo por você e pelos outros. Pode ser mais simples do que você pensa. Começa com um sorriso, 'bom dia', 'por favor', 'com licença', abraço, perdão, nova chance... Vamos!

Pingos de luz

Perguntaram a um sábio profeta o que é doar. E ele respondeu: - Doar é dar-se. Doais pouco quando doais vossas posses. Só quando doais a vós mesmos é que doais verdadeiramente. Pois o que são vossas posses além de coisas que mantendes e guardais por medo de precisar delas amanhã? É através dos que se doam que Deus fala, e é por detrás de seus olhos que Deus sorri sobre a Terra.

Últimas de Rio De Janeiro