Crivella mostra projeto de modernização de iluminação pública a chineses

Gigante de telecomunicações Huawei é uma das interessedas em investir

Por O Dia

Rio - A proposta do prefeito Marcelo Crivella para modernização do parque de iluminação pública do Rio de Janeiro despertou interesse de investidores chineses, entre elas a gigante de telecomunicações Huawei. O projeto para trocar as 450 mil lâmpadas tradicionais por LED e instalar postes de iluminação com câmeras de monitoramento e rede Wi-Fi foi apresentado nesta terça-feira em Pequim por Crivella.

Em visita a um centro de convenções da empresa, o prefeito conheceu protótipos e modelos de postes inteligentes. O mais moderno mede a qualidade do ar e precipitação da chuva, tem câmera de monitoramento, rede Wi-Fi e display interativo com informações de serviço ou publicidade.

“Podemos e precisamos usar a tecnologia para tornar uma cidade mais segura para todos”, avaliou Crivella.

Crivella despertou o interesse de investidores chineses pela modernização da iluminação publica no RioDivulgação

Em encontro na Câmara de Comércio Brasil-China, o prefeito se reuniu com empresários, alguns de empresas que já atuam no Rio. Além da modernização da iluminação pública da cidade, Crivella apresentou vídeos e explicou outros dois projetos: a revitalização do trecho da Avenida Presidente Vargas entre a Central do Brasil e a Leopoldina, e os estudos para as operações urbanas consorciadas previstas para as regiões da Barra da Tijuca e das Vargens, na Zona Oeste.

Cao Bin, vice-presidente da empresa de comércio exterior Xuzhou ZM-Besta Heavy Steel Structure, manifestou interesse na introdução de estruturas de aço na possível intervenção no Centro da cidade.

Lucia Li, diretora da Câmara e vice-presidente do Conselho para Promoção do Comércio Internacional de Pequim, afirmou que a entidade está alinhada com o projeto “Um cinturão, uma rota”, do presidente Xi Jinping, que visa recriar uma nova Rota da Seda como a principal ligação comercial do mundo, conectando a China a seus principais parceiros. Para ela, o Brasil deve ser uma ponta importante nesse plano. Lucia Li lembrou que Rio e Pequim são cidades-irmãs desde 1986. “Esse é o momento de dar um novo impulso nessa relação”, avaliou.


Últimas de Rio De Janeiro