Policial é enterrado com honras militares na Baixada

Wendel Nascimento foi o 116º PM assassinado este ano

Por O Dia

Rio - Cerca de 300 pessoas compareceram ao velório e enterro do sargento Wendel Nascimento, 44 anos, no cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada. Cerca de 70 policiais de diversos batalhões, incluindo o Choque, estiveram no enterro, realizado com honras militares. Wendel foi o 116º PM assassinado este ano no Rio.

PM foi enterrado com honras militaresLuiz Ackermann / Agência O Dia

Dezenas de amigos e familiares de Wendel estavam vestindo a camisa do Flamengo, time do coração do policial, inclusive um de seus filhos, que puxou o hino do clube após discursar. "Nós te amamos, vamos sentir muito a sua falta, isso não pode acabar aqui", disse, emocionado. Antes de um helicóptero da PM sobrevoar o local jogando pétalas de rosa, uma irmã do policial também prestou suas últimas homenagens.

Além dos elogios ao irmão, ela agradeceu à Polícia Militar pelos serviços. Muito abalados, amigos e familiares de Wendel não quiseram falar com a imprensa.

O policial foi baleado na manhã desta segunda-feira, após um confronto na comunidade Proença Rosa, em Honório Gurgel, na Zona Norte. Ele era lotado no 9º BPM (Rocha Miranda) e tinha 16 anos na corporação. Um disparo de fuzil atingiu o lateral do policial, que estava de colete. Dois bandidos morreram na ação da PM.

Em nota, a Polícia Militar esclareceu que dispõe atualmente de 35 mil coletes balísticos, quantidade suficiente para atender aos policiais em serviço. Dos 35 mil coletes - 18 mil são nível III (suportam disparos até de fuzil) e 17 mil coletes nível IIIA (suportam disparos até de metralhadoras). Os equipamentos vêm de um convênio olímpico firmado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

O confronto desta segunda-feira afetou estudantes da Escola Alipio Miranda Ribeiro, em Coelho Neto. Eles estavam chegando quando a troca de tiros começou. As crianças ficaram abrigadas até final do confronto. A Secretaria Municipal de Educação (SME) informou que a escola seguiu funcionando durante a manhã.

Reportagem da estagiária Nadedja Calado, sob supervisão de Thiago Antunes

Últimas de Rio De Janeiro