Dois dias de tiroteio deixam mais de 2 mil estudantes sem aulas no Caju

Desde a noite de quarta-feira, moradores da comunidade na Região Portuária vivem momentos de terror com confronto entre facções

Por O Dia

Rio - Moradores do Complexo do Caju, na Região Portuária do Rio, relatam muitos tiros há dois dias, desde a noite de quarta-feira até a madrugada desta sexta, por conta de confrontos entre facções rivais disputando o controle do tráfico de drogas na área.

A Polícia Militar não faz operação na região, mas afirma que está monitorando as informações para planejar ações contra a guerra entre os dois grupos criminosos.

Por causa dos confrontos, a Secretaria Municipal de Educação fechou três escolas e cinco creches na região, deixando um total de 2.674 alunos sem aulas na manhã desta sexta-feira.

Últimas de Rio De Janeiro