Casal e adolescente são detidos na Parada do Orgulho LGBTI

Já na Barra da Tijuca, guardas municipais prenderam um suspeito roubar funcionários de um posto de gasolina

Por O Dia

Rio - Um casal e um adolescente foram detidos durante a 22ª Parada do Orgulho LGBTI, em Copacabana, Zona Sul do Rio, neste domingo. Segundo a Guarda Municipal, o homem e a mulher teriam roubado celulares dos participantes da passeata. Ele chegou a negar envolvimento no crime, mas foi reconhecido por uma das vítimas. Com o casal foram encontrados nove aparelhos. Os suspeitos foram encaminhados para a 12ª DP (Copacabana).

Objetos recuperados pela Guarda Municipal Divulgação

Já um adolescente, de 16 anos, foi detido suspeito de roubar o cordão de ouro de uma jornalista francesa. De acordo com a Guarda Municipal, ele tentou fugir, mas foi detido pelos agentes. O caso foi registrado na 12º DP como como ato infracional análogo ao furto.

Homem preso por furtar funcionários de posto

Na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, os guardas do Grupamento Especial de Praia prenderam Bruno Toledo da Silva, de 34 anos, em flagrante, por furtar funcionários de um posto de gasolina na Avenida Ayrton Senna. Ele utilizava uma barra de ferro para arrombar o vestiário feminino e pegar as bolsas e peças de roupa. Os guardas foram acionados e impediram que o homem fosse linchado. Bruno foi conduzido para a 16ºDP (Barra da Tijuca) onde o caso foi registrado.

Suspeito sendo conduzido para a 12ºDP (Copacabana)Divulgação

A operação especial da Guarda Municipal do Rio para a 22º Parada do Orgulho LGBT contou com 151 guardas municipais. As equipes também atuaram no monitoramento e ordenamento do trânsito e de controle urbano. A Guarda Municipal segue atuando em Copacabana nesta segunda-feira e em outros pontos da Zona Sul e Zona Oeste da cidade pela Operação Verão.

Últimas de Rio De Janeiro