Rio tem chuva forte e entra em Estágio de Atenção

Por volta das 8h, bairros mais atingidos foram Sepetiba, Santa Teresa, Urca, Laranjeiras, Tijuca e Madureira. Chuva deve atingir a cidade até quinta

Por O Dia

Rio - O feriado da Consciência Negra está sendo marcado por chuva moderada a forte nesta segunda-feira. Desde às 1h50 desta segunda-feira, o município entrou em Estágio de Atenção, segundo nível em uma escala de três que significa a possibilidade de chuva forte nas próximas horas.

Segundo o Sistema Alerta Rio, os bairros mais atingidos, por volta das 8h, eram Sepetiba (6,8 mm), Santa Teresa (4,0 mm), Urca (2,4 mm), Laranjeiras (2,2 mm), Tijuca (1,4 mm) e Madureira (1,4 mm).

Chuva atinge a cidade neste feriadoMaíra Coelho / Agência O Dia / Arquivo

O Alerta Rio informou que a atuação de uma Zona de Convergência do Altântico Sul manterá o tempo instável na cidade ao longo do dia. As temperaturas terão um declínio em relação a domingo: a máxima será de 25º C e a mínima de 20ºC.

Há previsão de chuva até quinta-feira. Já na sexta o tempo deve abrir e o sol voltará a aparecer. Para esta terça, a previsão é de temperatura máxima de 27°C e a mínima de 19°C.

Segundo o Centro de Operações, os maiores volumes de chuva na madrugada foram registrados nos bairros de Anchieta, Penha, Irajá, Grande Méier, Madureira, Piedade e Ilha do Governador, todos na Zona Norte, que registraram o volume esperado para o mês todo. Choveu forte também em Jacarepaguá e no Recreio, na Zona Oeste. 

Forte chuva provocou alagamentos em Nova IguaçuWhatsApp O DIA (98762-8248)

Baixada registra alagamentos

A forte chuva também atingiu municípios da Baixada Fluminense, como Nova Iguaçu e Nilópolis. Em fotos e vídeos enviados ao WhatsApp O DIA (98762-8248), é possível ver o Centro de Nova Iguaçu completamente alagado. Os pedestres não conseguiram passar e enfrentaram transtornos nas vias.

Nas últimas 24 horas, a quantidade de chuva ultrapassou os 129 milímetros nos dois municípios, quase o esperado para o mês inteiro.

A prefeitura recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas:

- Permaneça ou procure um local seguro. Evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos;

- Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;

- Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199;

- Redobre atenção ao dirigir. Em caso de chuva, as pistas ficam escorregadias e podem conter bolsões d’água. Mantenha os faróis acesos;

- Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas;

- Evite colocar o lixo nos pontos de coleta. A água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias;

- Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação;

- Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros), 199 (Defesa Civil) ou 1746 (Central de Atendimento da Prefeitura);

 

Últimas de Rio De Janeiro