MP quer Garotinho em cadeia comum

Promotores alegam que cadeia pública onde ex-governador está deve abrigar somente presos da Lava Jato, o que não é o caso dele

Por O Dia

Rio - O Ministério Público vai requerer, nesta sexta-feira, a transferência do ex-governador Anthony Garotinho, atualmente preso na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio, onde estão os detidos e condenados pela Operação Lava Jato no estado, como o também ex-governador Sérgio Cabral.

Para os promotores, os crimes investigados contra Garotinho não têm ligação com a Lava Jato, o que levará o MP a pedir a transferência do ex-governador para uma cadeia comum. O político é alvo da Operação Chequinho da Polícia Federal, que investiga o uso eleitoral do programa "Cheque Cidadão".

O ex-governador Anthony Garotinho está preso na cadeia pública de BenficaSeverino Silva / Agência O Dia

Agressão

Na manhã desta sexta, Anthony Garotinho foi à 21ª DP (Bonsucesso) para depor denunciando uma possível agressão na cadeia.

Garotinho alega que a cela onde estava foi invadida por dois homens, na madrugada, e que foi agredido. Segundo informações, ele está com o joelho machucado e com um dos dedos do pé inchado. 

Últimas de Rio De Janeiro