Morre oitava vítima de chacina no Complexo do Salgueiro

Segundo a polícia, homem tinha passagem pela polícia e morreu por complicações no quadro de saúde. Operação da Core e do Exército terminou em tiroteio em um baile funk

Por O Dia

Rio - Morreu nesta sexta-feira a mais uma pessoa baleada em um baile funk, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo. A informação foi confirmada pelo delegado Marcus Amim, da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNISG), na manhã desta segunda. A chacina ocorreu no dia 11 do mês passado, quando havia uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e do Exército.

De acordo com o delegado, Luiz Octávio Rosa dos Santos, de 27 anos, tinha passagem pela polícia por roubo de carga. Ele foi internado no Pronto Socorro de São Gonçalo (PSSG) no dia 11, após ser baleado no baile funk.

Amim contou que, no dia 17, cinco dias depois do tiroteio, ele saiu da unidade "por conta própria", ou seja, sem alta médica. "Ele retornou à unidade hospitalar com complicações no seu estado de saúde, passou por uma cirurgia, mas logo depois faleceu", completou.

Os comandos das forças garantem que nenhum tiro foi disparado por seus agentes durante o tiroteio. A Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) está investigando as oito mortes.  


Últimas de Rio De Janeiro