Cabral e Adriana Ancelmo são aprovados em vestibular de teologia

Se optar pela matrícula, casal fará graduação por ensino a distância

Por O Dia

Rio - O ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e a ex-primeira-dama do estado, Adriana Ancelmo, foram aprovados no curso de teologia da Faculdade Batista do Paraná (Fabapar). Presos na Cadeia Pública de Benfica, na Zona Norte do Rio, o casal — se optar pela matrícula — realizará a graduação na modalidade Ensino a Distância (EAD).

Cabral e Adriana Ancelmo passaram em curso de teologiaPaulo Araújo

Adriana e Cabral prestaram o vestibular no último dia 2 e têm até o próximo dia 19 para realizar a matrícula. O processo seletivo da instituição foi uma redação, que avaliava a língua portuguesa, conhecimentos gerais, além dos conhecimentos religiosos e bíblicos dos candidatos. 

A ex-primeira dama ocupou o quinto lugar na classificação, enquanto o ex-governador passou em 11º. Além da dupla, o ex-secretário estadual Wilson Carlos Cordeiro Carvalho, Marco Antônio de Luca — preso na Operação Ratatouille — e  Alessandra da Costa, irmã do traficante Fernandinho Beira-Mar, também integram a lista dos aprovados.

Em 2013, Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, também ingressou na mesma graduação da Fabapar. O bacharelado em teologia da instituição é organizado em oito semestres e conta com 40 disciplinas, totalizando 3186 horas.

A Fabapar informou, por meio de nota, que cada preso realiza a prova em seus setores de reclusão e eles passam pelos mesmos critérios de correções de notas e redação, como qualquer outro candidato que se dispõe à vaga, sem regalias, privilégios ou coerções de terceiros.

Confira o documento na íntegra

Nesta quinta-feira, Cabral pediu que as audiências previstas para os próximos dias 12 e 13 sejam desmarcadas para ele fazer o Enem. O ex-governador deve tentar o curso de história, segundo sua defesa. O pedido foi aceito pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. 

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou que oito internos da cadeia de Benfica fizeram inscrição na Fabapar, mas que o curso de teologia não irá ajudar na remissão da pena, já que a universidade não é conveniada com a pasta. Confira o documento na íntegra:

"A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária informa que oito internos da Cadeia Pública José Frederico Marques fizeram a inscrição no vestibular dessa faculdade. Os detentos em referência fizeram a inscrição para o  curso à distância de bacharel em Teologia da Faculdades Batista do Paraná através de seus familiares e advogados. As provas foram feitas dentro da unidade e chegaram por sedex. Cabe ressaltar que uma vez que os inscritos passem na prova farão o curso por correspondência e o material didático chegará na unidade prisional pelo correio. A Seap esclarece que todo o interno  tem direito a estudar mas como essa universidade não é conveniada com a secretaria, o curso não irá ajudar o interno na remissão de pena."

Reportagem da estagiária Luana Benedito, sob supervisão de Thiago Antunes

Últimas de Rio De Janeiro