Greve de transportadoras de combustível prejudica abastecimento de postos

Sindicato afirmou que postos podem ficar sem gasolina para venda em até 48 horas. Empresas protestam contra alta incidência tributária nos preços

Por O Dia

Rio - A greve de transportadoras de combustíveis prejudica o abastecimento dos postos de gasolina nesta sexta-feira. De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência no Estado do Rio de Janeiro (Sindestado), nenhum caminhão está saindo das bases instaladas em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os locais são responsáveis pelo fornecimento de combustíveis para a maior parte do estado.

Postos de gasolina podem ficar sem combustíveisDivulgação

O objetivo da paralisação é protestar contra a alta incidência tributária nos preços dos combustíveis, que "impactam no preço final ao consumidor". "Esse quadro gera grande apreensão para os donos de postos, que contam com o recebimento de novos carregamentos para que possam continuar trabalhando", explicou o sindicato, em nota.

Segundo o Sindestado, caso a situação não seja normalizada, os postos terão de 24 a 48 horas até que comece a faltar combustível para venda. A paralisação dos transportadores está ocorrendo também em outros estados, como São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Goiás. 

Últimas de Rio De Janeiro