PF cumpre mandados de prisão contra traficantes que roubavam carga em Itaboraí

Bandidos atuavam na comunidade Visconde de Itaboraí. Doze dos 15 mandados de prisão foram cumpridos e duas conduzidas coercitivamente

Por O Dia

Rio - Agentes da Polícia Federal (PF) da Delegacia de Niterói realizaram uma operação em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio, para cumprir 15 mandados de prisão contra traficantes que atuam na comunidade Visconde de Itaboraí e também realizam roubos de cargas no município. Doze pessoas foram presas e outras duas foram conduzidas coercitivamente.

Também foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão. Os cerca de 50 agentes que participaram da ação apreenderam uma pistola, drogas e um caderno de anotações do tráfico local. Outros três criminosos com mandados de prisão estão foragidos. Todos os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Itaboraí.

Polícia Federal prendeu 12 envolvidos com o tráfico em operação em comunidade de ItaboraíReprodução Vídeo / Divulgação

De acordo com o chefe da Delegacia de Niterói da PF, Wanderson Pinheiro, a investigação contra o tráfico na comunidade começou há seis meses e foi descoberto que os criminosos também atuavam no roubo de carga na região, inclusive nas rodovias que cortam a cidade.

Apontado como o novo líder do tráfico em Visconde de Itaboraí, Guilherme Silva de Melo, conhecido Queninho, também foi preso. Ele assumiu o comando do tráfico com a morte de Gabriel de Oliveira Ramos, o Sagaz, no último sábado. 

O chefão do tráfico local é Diorge Sabino dos Santos, que está preso desde agosto após ser descoberto um plano para matar o vereador e policial da região. 

Os 17 investigados alvos da operação da PF nesta quinta-feira serão indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, assim como pelos crimes de roubo, homicídio e corrupção de menores.

Pistola%2C drogas e caderno do tráfico também foram apreendidos pela PF em ItaboraíDivulgação


Últimas de Rio De Janeiro