Roubo de carga flagrado pela segunda vez na mesma semana

Caminhoneiro contou que a sua família já havia pedido para que ele abandonasse a profissão, mas apesar do risco, ele lembrou que precisa trabalhar para garantir o sustento deles

Por O Dia

Rio - Dois motoristas de caminhões de carga ficaram em meio ao fogo cruzado, ontem de manhã, no Complexo do Lins, na Zona Norte do Rio, durante uma ação da PM para resgatar as vítimas e recuperar a carga. Esta foi a segunda vez em apenas uma semana que a TV Globo registra o momento em que criminosos descarregam a mercadoria dos veículos. A presença do helicóptero despertou a atenção dos bandidos, que atiraram contra a aeronave e também na direção dos PMs que foram ao local após tomarem conhecimento do roubo.

Imagens de helicóptero da Tv Globo flagrou bandidos quando retiravam a carga dos veículos roubadosReprodução TV Globo

Um dos motoristas, Elias Pereira, de 65 anos, disse que foi abordado por quatro bandidos armados que estavam em um carro, por volta das 4:30 da manhã, na Linha Amarela, no trecho de Del Castilho. Um dos assaltantes entrou na cabine e guiou o motorista atè a comunidade da Cachoeirinha. “Fiquei muito nervoso e pedi(aos assaltantes) para tomar um remédio que estava na bolsa. Ai um deles me perguntou de forma irônica se eu nunca tinha sido assaltado. Foi a primeira vez que fui assaltado. Não quero mais passar por isso. É muito triste e apavorante”, lembrou Pereira, que estava transportando uma carga com 26 toneladas de batatas pré cozidas.

Pereira contou que a sua família já havia pedido para que ele abandonasse a profissão, mas apesar do risco, ele lembrou que precisa trabalhar para garantir o sustento deles. “Recebo uma mixaria de aposentadoria. A violência, infelizmente, está presente em todos os lugares. Não tenho como parar de trabalhar”, disse o motorista, recordando que seu vizinho, que também fazia o transporte de cargas, abandonou a profissão este ano após ficar em poder de bandidos no Complexo do Chapadão.

A PM informou que conseguiu recuperar os caminhões e parte da carga roubada. Dois suspeitos, que teriam sido reconhecidos por um dos motoristas como participantes do roubo, foram encaminhados à 26ª DP (Meier). Segundo dados do ISP, foram registrados 937 roubos de carga em novembro, um aumento de 3% em comparação ao mês de outubro deste ano. No entanto, o delito diminuiu 14% em comparação com novembro de 2016.

Mortes em confronto com a PM sobem

Dados divulgados ontem pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que 125 pessoas foram mortas em confronto com a PM apenas no mês de novembro. Os chamados “autos de resistência” aumentaram 32% em comparação aos números de novembro de 2016, quando foram contabilizadas 94 mortes decorrentes de oposição à intervenção policial.

Os homicídios decorrentes de ações da polícia representam 20,9% do total das mortes por agressão no estado, que foram 599 no mês passado.  A atividade policial mostrou aumento de 7% na apreensão de armas de fogo. Apenas em novembro, foram retiradas 802 armas das mãos de criminosos, o que representa que uma arma é apreendida por hora no estado.

Os números divulgados pelo ISP mostram que os roubos a pedestres reduziram 21%, chegando a 6.842 casos em novembro deste ano. Os roubos em coletivos chegaram a 1.268 casos, uma média de 42 casos por dia. No entanto, mesmo com os números considerados altos, a prática criminosa demonstrou queda de 21% em novembro deste ano, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Últimas de Rio De Janeiro