Esloveno é preso com mais de 50 kg de cocaína em Paraty

Droga estava escondida no assoalho de um veleiro. PF informou que testes preliminares apontaram alto grau de pureza da substância

Por O Dia

Rio - A Polícia Federal (PF) prendeu, na madrugada desta sexta-feira, em Paraty, na Costa Verde do Estado do Rio, um esloveno que, sozinho, movimentava, pelo mar, o tráfico internacional de drogas na rota Brasil-África. O estrangeiro Milan Rataj, de 52 anos, foi flagrado com 50,8 quilos de cocaína pura, em seu veleiro, quando tentava escapar para Cabo Verde, de onde o pó seria enviado para a Europa. O carregamento renderia mais de R$ 5 milhões.

A ação da Federal foi coordenada com a National Crime Agency (NCA), a Agência Nacional de Crimes da Inglaterra. Segundo a PF, o esloveno estava em Paraty há 15 dias e morava no barco. Ele já vinha sendo monitorado desde que chegou à cidade da Costa Verde. As investigações sobre a sua atuação começaram há quatro meses, depois que a polícia recebeu informações de outro traficante preso de que havia um gringo levando droga do Brasil para a África pelo Oceano Atlântico.

DEPOIMENTO

O chefe da PF em Angra dos Reis, Marcelo Villela, disse que, em depoimento, o estrangeiro contou que pegou a droga com um boliviano e que não tem conexão com nenhum traficante brasileiro. "Mas existe uma diferença entre o que um criminoso diz em depoimento e o que pode ser a verdade. Vamos continuar com a investigações", afirmou o delegado, que acredita que alguém dava suporte ao esloveno no Brasil.

Esloveno levava mais de 50kg de cocaína em ParatyDivulgação

Milan Rataj estava no Brasil ilegalmente, uma vez que o passaporte está apreendido em Cabo Verde, onde ele responde a processo por tráfico internacional de armas. A prisão aconteceu já em alto-mar, quando o barco do dele foi abordado por agentes da Polícia Federal. Segundo o delegado, com os agravantes do crime, o esloveno pode pegar até 25 anos de cadeia.


Últimas de Rio De Janeiro