Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de matar ambulante em Copacabana

Irisvaldo de Souza Santana também é camelô e teria se envolvido em discussão com a vítima por causa do ponto de venda de cangas na orla

Por O Dia

Irisvaldo de Souza Santana%2C conhecido como Iris%2C de 23 anos%2C é suspeito de matar ambulante em CopacabanaDivulgação

Rio - O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decretou a prisão preventiva do suspeito de matar o vendedor ambulante Odair dos Santos, de 31 anos, na Praia de Copacabana, Zona Sul do Rio, no último sábado. A medida decretada pelo Plantão Judiciário surgiu após as investigações da Delegacia de Homicídios da Capital (DH), que conseguiu identificar o suspeito em menos de 24 horas depois do crime. Na ocasião, o homem foi atingido por quatro tiros.

Conhecido como 'Iris', Irisvaldo de Souza Santana, de 23 anos, também é camelô e teria se envolvido em uma discussão com a vítima por causa do ponto de venda de cangas e biquínis na orla da praia. O suspeito continua foragido. "Este desentendimento já acontecia há três meses, inclusive pelo preço dos produtos", explicou o delegado Fábio Cardoso.

Cardoso afirmou ainda que a DH continua fazendo buscas para tentar prender Irisvaldo. Quem tiver informações sobre a localização do suspeito pode entrar em contrato com a delegacia (2333-6393) ou com o Disque-Denúncia.


Últimas de Rio De Janeiro