Comer bem é o melhor remédio

Feira Orgânica do Campo de São Bento é a maior do estado. Até o fim do ano a cidade terá mais dois eventos similares

Por O Dia

Niterói - Há pouco mais de um ano chegava no Campo de São Bento a primeira Feira Orgânica de Niterói. Desde então o consumo por aqui vem crescendo a passos largos e a feira já é a maior do estado, de acordo com a Associação dos Agricultores Biológicos do Rio. Se no início o faturamento de cada sábado era de R$ 18 mil, hoje subiu para cerca de R$ 30 mil, somando cerca de R$ 1,5 milhão por ano.

Os alimentos orgânicos são mais saudáveis%2C porém mais salgados no bolso do consumidorDivulgação

E, de acordo com a Prefeitura, a cidade vai ganhar pelo menos mais duas feiras orgânicas - uma na Região Oceânica e outra na Zona Sul - ainda em 2016.

Mas o que tem de tão especial nos alimentos orgânicos? Chefe do departamento de Nutrição e Dietética da UFF, Manuela Dolinsky diz que são produtos livres de agrotóxicos - que podem causar doenças cardiovasculares e câncer. Além disso, eles têm maior concentração de vitaminas, minerais e compostos bioativos do que os convencionais.

Ana Lemos sempre come alimentos que colhe em sua casaAlexandro Auler / Agência O DIA


O problema é que os alimentos orgânicos são mais caros que os convencionais, isso porquê sem o uso de agrotóxicos a produção é mais lenta. É o que explica Anderson da Rocha Lima, o dono do mercadinho Veio da Roça, em Icaraí, que só vende orgânicos.

“Por exemplo, uma alface plantada com agrotóxico pode ser colhida em 15 dias, já a que não usa remédios só fica pronta após uns 45 dias”, diz.

Mas o investimento vale a pena. O cliente e nutricionista Rodrigo Oliveira diz que desde que começou a dar preferência a alimentos orgânicos não fica mais doente.

Em Niterói não há produção expressiva de orgânicos para mercado, mas a gestora ambiental Ana Lemos garante que todo mundo pode ter algo plantado em casa. “Pelo menos um jardim comestível, até apartamentos comportam”, fala.

Um canteirinho com hortaliças e temperos, por exemplo, pode gerar economia de cerca de R$ 100 por mês de hortifrúti. Para quem se interessar, a Ana oferece o serviço de montar o jardim comestível. O contato é 99984-4088.

E quem quiser conhecer a feira do Campo de São Bento, em Icaraí, acontece sempre aos sábados, de 7h às 14h.

Últimas de Rio De Janeiro