Eventos turísticos devem fazer economia da Costa Verde crescer 40%

Estimativa dos organizadores é arrecadar R$ 33 milhões em seis atividades neste ano, que irá envolver 800 empresas

Por O Dia

Rio - Um calendário de eventos inspirado pelo Mapa Estratégico do Comércio (do sistema Fecomércio) coloca na programação da Costa Verde uma expectativa de crescimento de 40% na economia local, em comparação ao ano passado. A estimativa dos organizadores é arrecadar R$ 33 milhões em seis atividades neste ano, que irá envolver 800 empresas. E usa como trunfo a aposta na culinária para atrair milhares de turistas, mesmo em tempos de crise.

Com grande potencial turístico%2C o município de Angra dos Reis%2C que inclui a Ilha Grande%2C vai sediar o ‘Gastronomia do Mar’ no fim do mês Divulgação

O primeiro desafio será em Mangaratiba, sede da primeira etapa do evento batizado como ‘Gastronomia do Mar’, no fim do mês. No mês seguinte, o evento itinerante irá para Angra dos Reis. E encerra o seu ciclo no fim de julho, em Paraty. A ideia é atrair 26 mil pessoas nos três eventos, arrecadando R$ 8,5 milhões.

O calendário ainda inclui outros três eventos, todos em Angra dos Reis. Entre junho e julho, o município pretende arrecadar R$ 20 milhões, incluindo na programação o ‘Festival Internacional de Teatro, com a exibição de 51 peças, entre 3 e 19 de junho. No mês seguinte, o ‘Angra Mais Por Menos’ irá oferecer preços promocionais no comércio para atrair turistas. Em outubro, o calendário será encerrado com o ‘Costa Verde Negócios’, evento com 12 anos de existência, que reúne empresários e consumidores para apresentar novidades do mercado.

A partir do Mapa do Comércio%2C criou-se o calendário de eventos para atrair mais visitantes à Costa VerdeDivulgação

Para o empresário Essiomar Gomes, presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sicomércio) de Angra, Mangaratiba e Paraty, o evento irá ajudar os comerciantes a enfrentar o período de vacas magras causado pela crise. “O comércio está ruim. Mas com esses novos projetos, é possível fazer com que o comerciante dê uma respirada. O empresário não vai sair do estabelecimento dele. Apenas vai entrar nesse calendário para poder fazer negócio”. Essimar aponta os altos valores para pagar o aluguel como o maior problema para que comerciantes sigam em atividade.

GASTRONOMIA

Mangaratiba - pretende atrair 8 mil pessoas de 27 a 29 de maio, no evento ‘Gastronomia do Mar’, gerando arrecadação de
R$ 2,5 milhões.

Angra dos Reis - a ideia é receber 10 mil visitantes no fim de junho, trazendo
R$ 3,5 milhões para os donos de restaurantes.

Paraty - a organização prevê público de 8 mil turistas em julho, arrecadando mais R$ 2,5 milhões.

Últimas de Rio De Janeiro