Barra Mansa aposta em avenida para atrair mais R$ 500 milhões ao comércio

Cidade sediará mais uma etapa do Mapa Estratégico do Comércio a partir desta quinta-feira

Por O Dia

Rio - Barra Mansa está no meio do caminho entre a capital e os estados de São Paulo e Minas Gerais. Também é referencial logístico para quem está na estrada, já que é cortada pela Rodovia Presidente Dutra por 32 quilômetros com vias de acesso em quatro pontos diferentes. Uma posição geográfica privilegiada, que pode ser explorada pelo comércio. Mas a principal perspectiva de crescimento está num projeto federal que prevê a retirada do pátio de manobra para os trens e a criação de vias de acesso ao centro, viadutos e uma nova avenida, gerando acréscimo anual de R$ 500 milhões no setor.

Comerciantes acreditam que podem trazer melhorias ao setor com investimento em novas vias de acesso ao município do Médio ParaíbaFabio Gonçalves / Agência O Dia

O valor equivale a 10% do PIB do município, estimado em R$ 5 bilhões por ano. A estimativa, feita pelo Sindicato do Comércio Varejista (Sicomércio) de Barra Mansa, será discutida em meio à nona etapa regional do Mapa Estratégico do Comércio, do Sistema Fecomércio, sediada entre amanhã e sexta-feira no Espaço M Eventos. “Esse projeto pode desafogar o trânsito e dar oportunidade para o crescimento do comércio. Mas o projeto ainda depende da desapropriação de 40 imóveis que estão ali há gerações”, explica Alberto Pinto, presidente do Sicomércio.

Ele se refere a ações de desapropriação que se arrastam em três varas federais de Volta Redonda, sem data prevista para julgamento. Por conta disso, as obras de remoção do pátio de manobras, iniciadas em 2010, estão paradas há mais de seis meses. “O pátio ia ser transferido para uma localidade distante do centro. Mas a obra começa e não termina. O projeto inicial previa a criação de duas avenidas. Uma em cada lado da via férrea”, argumenta o advogado Magno Andrade, diretor do Sicomércio.

Empresários do Sicomércio irão apresentar uma proposta que questiona a localização da rodoviária, no centro. A ideia é desobstruir o trânsito e lucrar com a criação de um local às margens da Rodovia Presidente Dutra, com uma rede envolvendo restaurante e lojas para atrair viajantes a consumir no local.

Setor é o maior empregador em Barra Mansa

Responsável por cerca de 14 mil postos de trabalho, o setor de comércio, serviços e turismo é o que mais emprega em Barra Mansa. O índice equivale a 37,4% dos 37 mil empregos no município.

A sede do Mapa do Comércio possui a segunda maior população do Médio Paraíba, com 180 mil habitantes. No encontro promovido pelo Sistema Fecomércio RJ, serão discutidas as potencialidades do Médio Paraíba, composto por doze municípios: Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença e Volta Redonda.

A região possui dimensão territorial de 6.187,3 km2, o que corresponde a 14,1% do território do Estado do Rio de Janeiro. Todos esses municípios somaram em 2015 uma população de 879.181, segundo as estimativas do IBGE, equivalente a 5,3% do Rio.

Últimas de Rio De Janeiro