Olimpíada vai gerar negócios no Rio

Em meio aos Jogos, 3,5 mil empresários irão se reunir na Região Portuária, em local com atrações ao público

Por O Dia

Rio - Enquanto milhares de atletas disputam o sonhado ouro olímpico, empresários irão tirar proveito do maior evento esportivo do planeta para fazer negócios. O Espaço Rio de Janeiro, montado em um armazém histórico de sete mil metros quadrados na Região Portuária, vai sediar 20 eventos sobre setores estratégicos da economia do estado. A organização estima receber cerca de 3,5 mil empresários, investidores e autoridades de todo o mundo. E deve atrair 150 mil visitantes a um espaço com atividades como mostra de fotografia, orientação nutricional, simulações de visitas de práticas esportivas e uma viagem sensorial a pontos turísticos.

O local, que será aberto ao público a partir de amanhã, data da cerimônia de abertura da Olimpíada, funcionará até o dia 21, quando terminam os Jogos. A iniciativa foi patrocinada pelo Sistema Fecomércio RJ, em parceria com o governo estadual. A inauguração oficial foi feita ontem à noite, com a presença do governador interino Francisco Dornelles e do empresário Orlando Diniz, presidente do Sistema Fecomércio RJ.

Espaço Rio de Janeiro funcionará em antigo armazém na região portuária e contará com atrações esportivas com interação com o públicoDivulgação

Para Dornelles, o espaço representa uma oportunidade para novos negócios em meio à Olimpíada. “Os eventos que serão realizados aqui vão conectar empresários, executivos e agências de desenvolvimento. Inspirado nesse espírito olímpico, tenho certeza que enfrentaremos todos os desafios”, avalia.

Os eventos voltados para os negócios só começam a partir da próxima segunda-feira, com o Fashion Made in Rio, que contará com apresentação de quatro painéis com tradução simultânea para discutir assuntos ligados ao setor. Um deles falará sobre a evolução da moda na praia carioca. Em outro, será discutida a influência da TV em novas tendências.

A programação ainda prevê painéis e mesas redondas em áreas variadas, como empreendedorismo, tendências digitais, gastronomia, logística para negócio, petróleo, turismo, tecnologia e economia criativa. O principal objetivo do espaço é ressaltar vocações de negócios no Rio, atrair investidores e mostrar a participação do esporte no cotidiano dos moradores.

O armazém que abriga essa iniciativa passou por obras de infraestrutura e de recuperação. O local irá funcionar como a nova Central Técnica de Produções do Theatro Municipal, um projeto multidisciplinar com oficinas de produção de cenários e figurinos. A estrutura funcionará como espaço para exposições com acomodação do acervo.

Simulação de experiências esportivas

No primeiro andar do edifício, haverá instalações que mostrarão a vocação natural do Rio para a prática esportiva. Em uma iniciativa do Sesc RJ, braço sociocultural do Sistema Fecomércio RJ, o local irá promover experiências esportivas.

Modernos equipamentos de simulação com efeitos sonoros e visuais farão com que o visitante se sinta como um esportista. Ele poderá remar na Lagoa Rodrigo de Freitas, escalar a Pedra da Gávea, jogar vôlei de praia em Copacabana ou correr na velocidade de campeão olímpico.

Ex-alunos do curso de Guia de Turismo do Senac RJ explicarão detalhes sobre os locais mais adequados no estado para prática de cada esporte. Os visitantes também farão uma viagem sensorial aos principais pontos turísticos num cinema em 360° com efeitos sonoros e interativos, com imagens de produtos de cada localidade.

Últimas de Rio De Janeiro