Por gustavo.ribeiro

Rio - A Prefeitura do Rio disponibilizou uma página online para ajudar a população a entender o processo de racionalização das linhas de ônibus que passam pela Zona Sul (http://www.rio.rj.gov.br/web/smtr/racionalizacao). O site detalha as mudanças realizadas desde a primeira fase do processo, iniciado no dia 3 de outubro de 2015, até os últimos ajustes operacionais, implantados em março deste ano.

Racionalização dos ônibus foi iniciada em outubro de 2015João Laet / Agência O Dia

O site apresenta todas as novas linhas criadas desde outubro, as linhas que tiveram os trajetos modificados e aquelas que foram extintas, bem como as novas opções de deslocamento. A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) também resume, na página, os benefícios já identificados da racionalização para o trânsito e para a redução do tempo de viagem dos passageiros.

Menos tempo no transporte

De acordo com a Secretaria de Transportes, em relação à velocidade média dos ônibus, foi registrado um ganho médio no tempo de percurso de 22,8% (de 9,2 Km/hora para 11,3 Km/ hora), ou seja, o ônibus que antes levava 6 minutos e 37 segundos para atravessar o eixo Presidente Antônio Carlos-Primeiro de Março agora leva 5 minutos e 20 segundos – um ganho de 1 minuto e 17 segundos para percorrer toda a via.

No BRS Nossa Senhora de Copacabana, o ganho de velocidade média foi de 11%, contudo os estudos preliminares mostram que, neste caso, há indícios de que essa redução seja reflexo da racionalização. Novos estudos estão sendo feitos para comprovar os efeitos das medidas, informa a SMTR.

Benefícios ao trânsito

Segundo o site da racionalização, já há menos 70 ônibus trafegando, por hora, pelas faixas do BRS da Avenida Presidente Antônio Carlos e da Rua Primeiro de Março, no Centro. A prefeitura já identificou que, no BRS Nossa Senhora de Copacabana, houve redução de 11% do número de ônibus circulando pela faixa exclusiva, no pico da manhã. Antes da racionalização, 245 ônibus passavam por hora pela região; agora são 219. No pico da tarde, eram 209 coletivos e, agora, 191 ônibus por hora.

No BRS da Barata Ribeiro, a redução do número de ônibus que passam por hora pela faixa seletiva foi de 16% no pico da manhã, passando de 293 ônibus por hora para 246; no pico da tarde, de 11%, passando de 175 para 156 coletivos. O volume diário no BRS Nossa Senhora de Copacabana caiu 9,2% (de 4.051 ônibus para 3.679).

No BRS Barata Ribeiro, o volume diário de coletivos passou de 3.744 para 3.159, uma redução de 15,6%. No Centro da cidade, a redução foi maior no eixo entre a Avenida Presidente Antônio Carlos e a Rua Primeiro de Março: 21% no pico da tarde (de 152 ônibus por hora para 120; no pico da manhã, a redução foi de 19%, com queda de 176 para 142 coletivos). Neste eixo, o volume diário de ônibus caiu de 2.628 para 2.091, uma redução de 20,5%.


Você pode gostar