Por gustavo.ribeiro

Rio - O Sindicato dos Motoristas e Cobradores do Rio de Janeiro (Sintraturb Rio) voltou neste domingo, Dia do Trabalhador, a funcionar na sede história da entidade, na Rua Camerino, 66, no Centro. Foi lá que em 1896 começou o movimento ligado ao transporte de massa, já que abrigou a Organização dos Cocheiros, considerado na época o primeiro sindicato da categoria.

Para Sebastião José, vice-presidente do Sintraturb Rio, o sentimento de retornar ao local onde tudo começou trará boa energia e fortalecimento para o movimento de resgate da qualidade no transporte de passageiros na cidade. Nos últimos anos, o sindicato estava instalado na Rua Álvaro Alvim, na Cinelândia.

“O prédio tem um enorme valor histórico, tanto que é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Inclusive ele já foi usado para inúmeras gravações, como o filme sobre JK. Vamos ainda criar no local um museu contando a história sobre o movimento inicial da categoria no transporte de passageiros. Para isso, já contamos com a simpatia de empresas que abraçaram a idéia”, disse Sebastião José.

Você pode gostar