Por adriano.araujo

Rio - O diretor de produção e grande eventos da Cedae, Edes Fernandes Oliveira, informou ao DIA que as moradores e comerciantes da região do Maracanã e Tijuca não precisam se preocupar com falta d'água por causa do estouro da tubulação na Avenida Radial Oeste. Ele alertou, porém, que não se desperdice água. 

"O ideal é utilizar a água, por enquanto, apenas para causas nobres como, como cozinhar e tomar banho. Lavar carros e calçadas não é aconselhável. Mas, como a maioria das residências têm reservatórios e caixas d'água, não há razão para alarmes. A maioria da população daquela região não sentirá falta d'água", afirma o diretor da Cedae. 

LEIA MAIS: Tubulação da Cedae rompe na Avenida Radial Oeste e complica o trânsito

GALERIA: Tubulação da Cedae se rompe na Radial Oeste

Tubulação da Cedae rompe e complica trânsito na Avenida Radial Oeste%2C no Maracanã. Uma motocicleta acabou caindo num buracoFoto%3A Severino Silva / Agência O Dia

Edes disse que a Cedae ainda não sabe as causas do rompimento da tubulação, mas os técnicos da empresa estão no local fazendo uma varredura para identificar o motivo do vazamento. "Fechamos a água e estamos fazendo o esgotamento da água. A escavação no local é que nos dirá o que causou o problema. Até vibrações causadas pelo trânsito podem levar ao rompimento", explica ele. 

A Cedae informou não saber quantos litros de água foram desperdiçados com o vazamento e nem de quanto foi o prejuízo financeiro. A empresa, no entanto, avisou que arcará com todos os eventuais danos causados a terceiros em decorrência do vazamento. A previsão para a liberação total da via (sentido Centro) é para a manhã desta quinta-feira.

Você pode gostar