Ventania atinge vários pontos do Rio

Em Copacabana, foram registrados ventos de 70,2 km/h, de acordo com o Inmet. Frente fria chegou no Rio nesta segunda

Por O Dia

Rio - Fortes rajadas de vento foram registradas desde a madrugada desta segunda-feira em vários pontos da cidade. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), no Forte de Copacabana os ventos chegaram a 70,2 km/h e na Zona Norte o Teleférico do Alemão teve a circulação interrompida. A frente fria que chegou ao Rio também trouxe chuva e as temperaturas caíram.

A ventania causou a queda de uma árvore na Avenida Edison Passos, no Alto da Boa Vista, e provocou complicações no trânsito para quem seguia para a Tijuca. Também no bairro, os termômetros às 10h marcavam 18,3 graus.

LEIA MAIS: Após fim de semana ensolarado, frente fria chega e muda o tempo no Rio

Vento registrado por leitor na Quinta da Boa Vista%2C na Zona Norte do RioLeitor %40Derguari / O Dia 24 Horas

De acordo com a Secretaria Estadual de Transportes, o Teleférico do Alemão, que começa às 6h, teve a circulação interrompida às 7h30. Às 11h o serviço ainda não havia sido normalizado. Também ventou forte em Marambaia, na Costa Verde. Chove fraco desde o início da manhã em vários bairros da cidade do Rio.

Ressaca na orla do Rio

Nesta segunda-feira, a Marinha alertou sobre forte ressaca que deve atingir a orla do Rio até as 21h da terça-feira. O Centro de Hidrografia da Marinha, de acordo com a Prefeitura, prevê a ocorrência de ondas de até 3 metros na orla do Rio. O aviso começou a valer às 9h.

Após a tragédia na ciclovia da Niemeyer, onde duas pessoas morreram, a Prefeitura e Grupamento Marítimo (GMar) do Corpo de Bombeiros criaram uma lista com sete recomendações para os períodos de ressaca na orla.

Confira as recomendações feitas pelo Centro de Operações e GMar:

- Evitar o banho de mar em áreas que estejam em condições de ressaca;

- Evitar a prática de esportes no mar;

- Não permanecer em mirantes na orla ou em locais próximos ao mar durante o período de ressaca;

- Os frequentadores de praias devem seguir as orientações das equipes do Corpo de Bombeiros;

- Os pescadores devem evitar navegar durante o período de ressaca;

- Evitar trafegar de bicicleta na orla caso as ondas estejam atingindo a ciclovia;

- Não entrar no mar para resgatar vítimas de acidente. Neste caso, acione imediatamente as equipes do Corpo de Bombeiros pelo telefone 193.

Últimas de Rio De Janeiro