Novo Joá terá 30% de aumento de capacidade entre Barra e Zona Sul

Com cinco quilômetros de extensão, travessia será inaugurada no próximo sábado

Por O Dia

Rio - Um dos compromissos olímpicos do Rio de Janeiro, a obra de ampliação do Elevado do Joá, que liga as zonas Oeste e Sul, será inaugurado no sábado. A via será estratégica para os Jogos, que terá a maioria das competições na Barra da Tijuca. Com a ampliação, o Joá ganha duas pistas paralelas às existentes e dois túneis, com áreas de acostamento em caso de emergência.

O secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani, estima que as viagens para a Barra devem ficar 60% mais rápidas no período da manhã. Já no período da tarde a redução poderá chegar a 20%, em média. No sentido contrário, para São Conrado, o tempo de viagem será reduzido em 10%. Pelas pistas em operação do Joá, trafegam 85 mil veículos por dia, o que faz da via uma das mais importantes ligações entre a Zona Sul e a Barra da Tijuca.

Novo Joá terá 30% de aumento de capacidade entre Barra e Zona SulCarlos Eduardo Cardoso / Agência O Dia

“Agora teremos mais três faixas permanentes, o que dá um acréscimo de mais de 30% de capacidade viária e certamente reduzirá o trânsito em mais do que isso. E em breve teremos o metrô, que também permitirá redução de deslocamentos via rodoviária”, destacou.

No tablado inferior, as pistas em operação permanecem no sentido Barra—São Conrado. A velocidade máxima será de 80 km/h. Já o tablado superior, que tinha circulação em direção à Barra, passa a operar, em mão dupla, somente para automóveis. A velocidade máxima será de 50 km/h. A faixa reversível, que estava em operação, foi desativada.

As vias terão fiscalização eletrônica. Durante os Jogos, a faixa da direita do novo elevado será usada exclusivamente para atletas, comitivas e veículos dos Jogos, no período de 31 de julho a 22 de agosto. As obras custaram aproximadamente R$ 475 milhões.

Ciclovia suspensa
Suspensa sobre o mar, a ciclovia de 3km, interligando São Conrado à Barra da Tijuca, não será mais inaugurada junto com as novas pistas, por conta de novos estudos estruturais, recomendados após a queda da ciclovia Tim Maia, na Avenida Niemeyer, que matou duas pessoas há mais de um mês.

Sobre a desconfiança da população em relação à segurança da obra, Picciani garantiu que a nova via é 100% segura. “São situações absolutamente diferentes, obras diferentes. A prefeitura realizou milhares de obras ao longo desse tempo, salvando vidas. É claro que o episódio da (queda) ciclovia entristece a todos e nos obriga a buscar maiores cuidados e condição de dar segurança à população e o prefeito tem tomado todas essas medidas”, disse.


Últimas de Rio De Janeiro