SuperVia tem problema para operar trens do Rio pelo terceiro dia seguido

Ramais Santa Cruz, Deodoro e Japeri operaram com atrasos na manhã desta quarta-feira

Por O Dia

Rio - A SuperVia enfrentou problemas para operar os trens do Rio de Janeiro pelo terceiro dia consecutivo nesta quarta-feira. Até as 8h45, as composições dos ramais Santa Cruz, Deodoro e Japeri circularam com os intervalos irregulares, devido a uma falha no abastecimento de energia entre as estações Piedade e Mangueira, na Zona Norte.

A concessionária informou que o problema ocorreu em função de uma ocorrência na rede aérea, próximo da estação Engenho de Dentro. Trens tiveram que aguardar uma ordem para passar no trecho entre as estações São Francisco Xavier e Madureira.

Ainda de acordo com a concessionária, passageiros foram avisados sobre o problema por meio do sistema de áudio dos trens e das estações. A equipe técnica da SuperVia foi ao local para fazer os reparos e liberar a linha.

Na manhã de ontem, passageiros de ao menos duas composições da SuperVia tiveram a viagem interrompida devido a problemas nos trens em que estavam. Nos dois casos, as composições seguiam em direção à estação Central do Brasil, no Centro.

Por volta das 6h30, técnicos da SuperVia tiveram que vistoriar uma composição do ramal Japeri na estação Presidente Juscelino, em Mesquita, Baixada Fluminense. Os usuários aguardaram dentro do trem o término do serviço e seguiram viagem, mas os intervalos ficaram irregulares.

LEIA MAIS:

SuperVia: Dois trens de ramais distintos apresentam problemas nesta terça-feira

Procon-RJ autua SuperVia por problema em trem do ramal Japeri

Problema em trem obriga passageiros a caminharem entre os trilhos na Z. Norte

Após quase cinco horas, circulação é normalizada em ramais da SuperVia

Já no ramal Santa Cruz, não teve jeito. A composição apresentou um problema entre as estações Senador Augusto Vasconcelos e Campo Grande, na Zona Oeste, e precisou retornar até Campo Grande, onde foi atendido por técnicos da empresa. Os usuários completaram a viagem em outros trens. O intervalo neste ramal não foi afetado.

Na segunda-feira, passageiros de um trem que também seguia em direção à estação Central do Brasil tiveram que desembarcar no meio dos trilhos e caminhar até a plataforma da estação Piedade. O trem ocupou uma linha do sistema ferroviário, afetando a circulação do ramal Japeri e também dos ramais Deodoro e Santa Cruz. Composições também tiveram que aguardar ordem para circular no trecho.

A concessionária levou quase cinco horas para normalizar a circulação nos ramais. Em função disso, o Procon Estadual autuou a SuperVia. Agência responsável pela regulação dos transportes concedidos do estado, a Agetransp abriu um boletim de ocorrência para apurar as circunstâncias do incidente.

Últimas de Rio De Janeiro