Mais Lidas

Rio entra em Estágio de Atenção

Para as próximas horas, a previsão é chuva, ocasionalmente moderada, acompanhada de rajadas de vento.

Por bianca.lobianco

Rio - O município do Rio entrou em Estágio de Atenção às 12h15 desta quarta-feira, devido à entrada de ventos úmidos, vindos do oceano, que formam núcleos de chuva moderada a forte principalmente sobre a Zona Norte, na região do Alto da Boa Vista, onde choveu forte na última hora. Na Zona Oeste também foi registrada chuva forte.

Segundo o Centro de Operações Rio, houve registro de rajada de vento forte no Forte de Copacabana (54,72km/h), às 14h. Em São Conrado, uma árvore caiu na Estrada das Canoas, na altura do Mirante. Os motoristas que transitam entre as zonas Oeste e Norte devem dar preferência pelo Alto da Boa Vista. Para quem vem da Zona Sul, a opção é seguir pela Autoestrada Lagoa-Barra. 

De acordo com o sistema Alerta Rio, às 14h30 as regiões mais atingidas pela chuva eram:  Avenida Brasil/Mendanha (7,0 mm), Urca (0,2 mm), Copacabana (0,2 mm), Cidade de Deus (0,2 mm), Grota Funda (0,2 mm) e Alto da Boa Vista (0,2 mm). Para as próximas horas, a previsão é chuva, ocasionalmente moderada, acompanhada de rajadas de vento. 

Chuva em outras regiões do estado

O forte temporal também atingiu bairros de Niterói, São Gonçalo, na Região Metropolitana, e municípios da Baixada Fluminense. Ruas ficaram alagadas nestas localidades. 

Na Região Serrana, o Rio Quitandinha está com o nível acima do normal por conta da chuva e foi colocado em estado de alerta. Em Teresópolis, o estado é de atenção em função da possibilidade de elevação dos rios.  

Niterói ficou com as ruas alagadas após temporalReprodução Twitter


A prefeitura do Rio recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas:

- Permaneça ou procure um local seguro. Evite áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos;

- Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;

- Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199;

- Redobre atenção ao dirigir. Em caso de chuva, as pistas ficam escorregadias e podem conter bolsões d’água. Mantenha os faróis acesos;

- Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas;

- Evite colocar o lixo nos pontos de coleta. A água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias;

- Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação;

- Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros), 199 (Defesa Civil) ou 1746 (Central de Atendimento da Prefeitura).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia