Por aline.cavalcante

A combinação de fôlego, força e concentração fez com que Mariana Laporte, 24 anos, moradora de Nilópolis, conquistasse mais uma vez o Campeonato Brasileiro de Pentatlo, em dezembro do ano passado. A modalidade une natação, hipismo, esgrima, tiro esportivo e corrida.

Mariana começou com a nataçãoPaulo César

Sua história no esporte começou na natação, aos dois anos de idade. Mas foi aos 17 anos, época em que o coronel Celso Sasiqui, vice-presidente da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno, criou o projeto Penta Jovem Rio, que Mariana pôde unir as habilidades de nadadora aos outros quatro esportes.

Laporte coleciona alguns títulos. Em 2010 teve sua primeira experiência em competições: participou das Olimpíadas da Juventude, em Cingapura. Na sequência, conquistou três vezes o Sul-americano, na categoria juniores, além de ter sido quatro vezes campeã do brasileira.

Além da natação%2C esporte exige do atleta habilidades no hipismo%2C esgrima%2C tiro esportivo e corridaPaulo César


Apesar das vitórias, Mariana passou por momentos difíceis. Sem patrocínio, ela precisou parar de treinar para ajudar com as despesas de casa. “Infelizmente, esta pausa de quase um ano, em 2015, me deixou fora das Olimpíadas. Mas estou de volta e quero me preparar para 2020”, garante.

A atleta afirma que não pensa em desistir da carreira e confessa um sonho: viver do esporte que ama.

Você pode gostar