Atletas da superação

Time de rugby em cadeiras de rodas de Mesquita participou de campeonato

Por O Dia

Romper barreiras, superar dificuldades e transformar vidas são os significados que o rugby em cadeiras de rodas tem na vida dos paratletas da equipe Taurus, de Mesquita. O time surgiu há dois anos através de um projeto social da Associação de Integração de Deficientes Físicos (Assidef). O rugby em cadeiras de rodas é para atletas com deficiência em pelo menos 3 membros. O objetivo do jogo é ultrapassar com a posse da bola entre cones dispostos na linha de fundo do adversário. As equipes são formadas por quatro jogadores.

O comprometimento e a união dos membros do Taurus levou o grupo para competir em outro estado. Na última semana, a equipe participou do IX Brasileiro de Rugby em Cadeiras de Rodas, em Guarapari, no Espírito Santo. Esta foi a estreia deles. O campeonato durou uma semana e o time conquistou o quinto lugar.

“Ficamos satisfeitos com o resultado e voltamos para casa com o dever cumprido. Mesmo sem o título, todos deram o seu máximo e isso que realmente importa”, destacou o presidente da associação, Alberto Santos.

O Taurus Rugby ficou em quinto lugar no campeonato que foi disputado em Guarapari%2C no Espírito SantoDivulgação


Fora das quadras o rugby também traz resultados importantes: o esporte mudou e deu outro sentido para a vida de Paulo Souza da Silva,21. Paulinho, como é conhecido, nasceu com paralisia cerebral e desde então sua vida foi uma constante luta para vencer as dificuldades que sua condição exige.

A reviravolta na trajetória de Paulinho começou em 2012, quando ele se apaixonou pelo rugby. Mas, foi só final do ano passado que ele descobriu que em Mesquita havia um time da modalidade esportiva. “Estava lendo uma matéria sobre o campeão brasileiro de rugby Júlio Cézar e vi que ele havia começado a carreira no Assindef de Mesquita. Além de estar perto de casa, o exemplo dado pelo Júlio fez com que eu me interessasse mais pelo esporte e mudou a forma que eu tinha de lidar com a deficiência. Meu sonho é jogar na seleção de rugby de cadeira de rodas”, conta.

Para fazer parte da Taurus Rugby, assim como o Paulinho, é preciso treinar duas vezes na semana, às segundas e quartas, das 18h às 20h30.

A inscrição pode ser feita pelo telefone 2696-2676 ou na Vila Olímpica de Mesquita, nos dias e horários de treinamento, na Av. Baronesa de Mesquita S/N, em Cosmorama.

Últimas de Rio De Janeiro