Filme ‘O Filho da Pátria Amada’ foi para o exterior

Filme com atores e roteirista da Baixada Fluminense faz sucesso e chega a festivais em Portugal e Cuba

Por O Dia

Um grupo de jovens universitários desafiados por um professor a fazer um trabalho de pesquisa sobre a ditadura militar nos anos 70. Soma-se a isso a busca que leva os alunos a um morador de rua, um profissional da educação que teve sua carreira interrompida pelo regime militar. É esta história que o filme ‘O Filho da Pátria Amada’ retrata. O roteiro e os atores são da Baixada Fluminense. O curta está concorrendo a dois festivais internacionais.

Curta-metragem de Antonio Lisboa foi lançado em março deste anoDivulgação

Antonio Lisboa, que além de roteirista do filme é também diretor, ator, produtor e historiador, é de Belford Roxo. Já os atores são moradores de Belford Roxo e Mesquita, uma forma que Antonio encontra de valorizar os artistas locais.

“Eu sempre dei preferência nas minhas produções em filmar com atores da região. Com isso, penso estar levando para outros lugares um pouco da nossa história e cultura”, ressaltou.

Mesmo sem qualquer patrocínio, a produção independente concorre em dois festivais internacionais: o Festival Internacional de Cinema AVANCA, que está em sua 20ª edição e acontece entre os dias 27 e 31 de julho, em Portugal; e o Festival Internacional del Nuevo Cine Latinoamericano de La Habana,que acontecerá em Cuba. A torcida para que o prêmio venha para cá é grande.

Antonio tem ainda outros dois filmes rodados por aqui. O longa ‘Legado’ foi gravado em Xerém, Duque de Caxias, e ‘Simplesmente Antonio’, um curta, filmado no município de Belford Roxo.

“A Baixada Fluminense é um grande ‘eleiro de artistas, atores e músicos. Contudo, ainda existe um certo preconceito em relação aos talentos daqui. É importante valorizar as pratas da casa”, concluiu o produtor.

Últimas de Rio De Janeiro