São João aposta em monitoramento para combater violência

Vigilância por câmeras na Praça da Matriz ajudou na redução de roubos em 50%. Prefeitura quer acesso a mais imagens

Por O Dia

A falta de segurança continua tirando o sono dos moradores de São João de Meriti. Ainda em Estado de Emergência, decretado pelo prefeito Sandro Matos no dia primeiro de junho, o município segue buscando um serviço integrado com as forças de Segurança do Estado para montar uma central de monitoramento. O último levantamento do ISP, realizado em maio deste ano, mostrou que em um ano o número de roubos a transeuntes na cidade aumentou em 72%.

Guarda Municipal quer ter acesso a câmeras do EstadoDivulgação

Já funciona em São João um ônibus de videomonitoramento com seis câmeras na Praça da Matriz, no Centro, que diminuiu em 50% o índice de roubos na região. Agora a prefeitura quer ter acesso às imagens geradas por 10 câmeras do Estado instaladas em outros pontos do município. Atualmente, essas imagens vão diretamente para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que fica na Cidade Nova, no Rio de Janeiro. “Seria ótimo termos acesso a essas imagens para atuarmos na prevenção aos crimes. Conseguiríamos monitorar outras regiões do município e ampliar os bons resultados que já são visíveis na Praça da Matriz”, analisou o comandante da Guarda Municipal, Worton Câmara França Junior.

Últimas de Rio De Janeiro