Em busca de igualdade social

ONG Teto, que atua em Caxias, vai à ruas buscar recursos para seus projetos sociais

Por O Dia

Duque de Caxias - Uma redoma de miséria e exclusão. Assim vivem os que estão esquecidos e marginalizados. E é contra esta realidade que a ONG Teto, que atua em Duque de Caxias há quatro anos nas comunidades de Gramacho, Vila Beira Mar e Parque das Missões.

Entre os dias 5 a 7 de maio será realizada a ‘Coleta’ no município, uma ação de mobilização em que voluntários vão às ruas para arrecadar recursos que vão financiar os projetos sociais que acontecem ao longo de todo o ano.

ONG Teto atua em projetos sociais de Duque de Caxias Divulgação

“Estamos tão acostumados a viver como estamos vivendo, que falar sobre uma outra forma de viver a cidade parece uma ilusão. Mas, se pararmos para observar o que significa viver nas cidades hoje, parece ainda mais impossível aceitar viver assim, divididos, com tanta desigualdade. A cidade é um direito de todos. As favelas separadas pelas fronteiras do asfalto escondem não só a extrema vulnerabilidade, mas principalmente a capacidade dos seus moradores. Percebemos que para transformar o local em que vivemos precisamos primeiro lembrar que ele é nosso”, afirma a diretora da organização, Carolina Mattar.

O trabalho em Duque de Caxias começou logo após ao fechamento do aterro sanitário de Jardim Gramacho, há quase cinco anos. Mesmo após tanto tempo, a vida dos catadores do antigo lixão ainda é de muita dificuldade.

Segundo levantamento da ONG, cerca de 75% não possuem água potável para consumo e 64% não têm esgoto. Aproximadamente 61% não têm sequer banheiro em casa. Até 2015 cerca de 110 famílias em situação de risco na Baixada foram ajudadas pela instituição construindo casas de emergência no lugar de habitações precárias, além de projetos comunitários, como hortas e o ‘banheiro seco’, projeto que ainda está em fase de implantação e substitui encanamento por câmaras que armazenam resíduos para compostagem. Depois, é levado para um minhocário e transformado em adubo. A organização está completando 10 anos de existência e, para comemorar, além da ‘Coleta’, está lançando a campanha anual “Vamos fazer da cidade uma só”.

Para contribuir ou se tornar um voluntário acesse www.tetocoleta.com.br.

Últimas de Rio De Janeiro