Niterói amplia ação pelo meio ambiente

Programa de reciclagem da prefeitura quer recolher mais de 150 mil litros de óleo em 2017

Por O Dia

Síndica de prédio residencial%2C Ana Mattos é uma entusiasta do projetoDivulgação

Rio - A Prefeitura de Niterói vai expandir o projeto ClinÓleo, programa que faz a coleta de óleo de cozinha de condomínios residenciais e comércios. Criado em 2013, o programa vai começar a cadastrar, a partir da segunda quinzena de fevereiro, novos estabelecimentos comerciais. O objetivo é recolher cerca de 150 mil litros de óleo somente em 2017 — nos últimos três anos foram reciclados um total de 148 mil litros.

Atualmente, o óleo de cozinha que é recolhido pela Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN) tem tido diversas aplicações. Ele é utilizado, por exemplo, na produção de sabão, detergente, glicerina e resina para tinta, além de aditivo para ração animal. Parte dos resíduos ainda é empregada na fabricação de biodiesel.

“O óleo despejado irregularmente pela população aumenta significativamente a poluição e a degradação ambiental, além de ser um grande desperdício, já que o resíduo pode também virar matéria-prima para outros produtos. O nosso objetivo é intensificar e ampliar o projeto para que cada vez mais pessoas participem”, destaca o presidente da CLIN, Luiz Carlos Fróes Garcia.

Descartado no lixo comum, o óleo contamina o solo e polui o lençol freático. Despejado nas galerias pluviais e rios, impede a oxigenação das águas, comprometendo várias espécies. “Mais de 200 milhões de litros de óleo de fritura são despejados mensalmente nas pias das cozinhas, levando à entupimentos e mau funcionamento das estações de tratamento. E o desentupimento representa até 45% do custo de saneamento básico”, esclarece a bióloga Sílvia Pires, do setor de reciclagem da CLIN.

Além da coleta domiciliar, o programa ClinÓleo também tem outros seis pontos de coleta espalhados pela cidade. Eles ficam nos bairros de Icaraí, Engenhoca, Cafubá, Campo Belo, Barreto e no Largo da Batalha. Para garantir maior engajamento, os niteroienses que forem a um dos pontos de coleta com garrafa de óleo ganham desconto na conta de luz, já que a prefeitura firmou parceria com a concessionária Enel. 

Últimas de Rio De Janeiro