Interior do estado tem ‘points’ irados para os amantes de esportes radicais

Adrenalina e aventura na medida certa com canoagem, rafting, ciclismo, surfe e skate, entre outros

Por O Dia

Rio - Adrenalina pouca é bobagem. Os apaixonados por esportes radicais querem mesmo é aventura, sempre com boa dose de emoção. E o interior do Estado do Rio reserva ‘points’ irados espalhados pelas mais variadas regiões, fazendo com que os aficionados por modalidades como canoagem, rafting, ciclismo, surfe e skate, entre outros, tenham à disposição um verdadeiro parque de diversões. 

Na Região dos Lagos, os aventureiros podem se deliciar com a prática de windsurf e kitesurf nas águas calmas da Lagoa de Araruama, em Araruama. Já os surfistas têm em Saquarema e Cabo Frio as melhores ondas do estado. Esta última cidade, aliás, abriga o Museu do Surfe, reinaugurado semana passada. Tem coleção que reúne 823 pranchas de surfe, body board e long board, além de filmes, documentos, miniaturas, revistas, quadros e troféus, entre outros.

Canoagem%2C rafting%2C skate%2C surfe e até tirolesa e toboágua garantem a diversãoDivulgação

Em Campos dos Goytacazes, a Associação União dos Esportes Radicais e não Radicais do Norte Fluminense realiza passeios ciclísticos periódicos pelas áreas rurais. Um dos locais mais visitados é o Morro do Itaoca. De acordo com o presidente da associação, Douglas Siqueira, há muitas trilhas para as práticas de ‘speed’ e mountain bike. “Damos prefrência aos locais com cachoeiras ou lagos, Assim, passeio fique completo”, conta Douglas Siqueira.

Em Macaé, aventureiros de plantão têm como uma boa pedida a prática de rafting, descida em grupo em corredeiras utilizando botes infláveis. Já em Nova Friburgo, o distrito de Lumiar é o local escolhido dos praticantes da canoagem, que têm no encontro dos rios Macaé e Bonito o lugar perfeito.

Já em Teresópolis, a Praça de Esportes Radicais Alpinista Alexandre de Oliveira é um parque de diversões para skatistas. Projeto da Federação de Skateboard do Estado do Rio de Janeiro (Faserj), o local tem rampas retas, caixotes, corrimãos e minirrampas para skate e patinação — funcionando de 7h às 22h. “A praça já sediou importantes competições, como uma etapa do campeonato nacional de skate”, lembra Luiz Otávio Oliveira, secretário de Esportes e Lazer de Teresópolis.

O MAIOR DO MUNDO

Não menos radical, o Aldeia das Águas Park Resort, em Barra do Piraí. Mesmo os não hóspedes podem aproveitar as dependências do complexo. O ‘day use’ sai a R$ 128 por pessoa — crianças até seis anos não pagam e adultos acima de 60 anos, estudantes e pequenos entre 7 e 12 anos pagam meia.

Entre as atrações, toboágua de 49,9 metros de altura — é o mais alto do mundo pelo Guinness — e tirolesa de 300 m de extensão, com 50 m de altura, podendo chegar a uma velocidade de 60 km/h na descida. “A tirolesa funciona com sistema de cadeirinha. O usuário vai sentado e o tempo de descida é de apenas um minuto”, destaca o diretor-executivo Valmir Ferreira.

Últimas de Rio De Janeiro